Frequency and eating habit of potato, carrot and beet, by agronomy scholars

Autores

  • F. I. S. Aguiar Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ
  • F. G. B. F. Freitas Júnior Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • L. S. Ferreira Universidade Federal do Espírito Santo – UFES
  • M. D. C. Silva Universidade Federal do Maranhão – UFMA
  • E. I. B. Almeida Universidade Federal do Maranhão – UFMA
  • L. R. Silva Universidade Tecnológica Federal Federal do Paraná – UTFPR
  • M. S. Silva Universidade Federal do Maranhão – UFMA

DOI:

https://doi.org/10.36560/131220201148

Palavras-chave:

Healthy eating, Tuberous vegetables, Marketplace

Resumo

The consumption of vegetables in daily meals can contribute to a healthy life, since the youth. However, there are few studies that aim to identify the students' eating habits regarding potatoes, carrots and beets. In this aspect, the objective was to evaluate the frequency and reason for consumption of potatoes, carrots and beets by students in the Agronomy area, in a public university federal. To that end, a questionnaire composed of objective questions regarding the socioeconomic profile, frequency and eating habits was applied to 32 students. It was observed that most of the students presented a food frequency in relation to potatoes, carrots and beets, with the potato being the most consumed daily. On average, these vegetables are consumed 2 to 4 times a week, with female participants being the most frequent consumers. It was also observed that the taste (28.12%) and nutritional value (35.42%) are the main factors that lead agronomy students to consume the tuberosas, and their consumption is discouraged due to economic reasons, such as high price and market for potato (50.00%) and carrot (31.25%), and for sensorial issues such as appearance (beet and carrot - 31.25%) and flavor (beet - 31.25%).

Biografia do Autor

F. I. S. Aguiar, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - PPGA-CS, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRR

Eng. Agrônomo pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA

F. G. B. F. Freitas Júnior, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Eng. Agrônomo pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA

L. S. Ferreira, Universidade Federal do Espírito Santo – UFES

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal

M. D. C. Silva, Universidade Federal do Maranhão – UFMA

Engª. Agrônoma pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA

E. I. B. Almeida, Universidade Federal do Maranhão – UFMA

Professor Dr. Adjunto do Curso de Agronomia

L. R. Silva, Universidade Tecnológica Federal Federal do Paraná – UTFPR

Mestre em Agronomia - Programa de Pós Graduação em Agronomia - UFTPR

M. S. Silva, Universidade Federal do Maranhão – UFMA

Graduando em Agronomia - UFMA

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde - Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2.ed. Brasília (DF); 2014. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_ brasileira_2ed.pdf

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Indicadores de Vigilância Alimentar e Nutricional. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 140 p.

CANELLA, D. S.; LOUZADA, M. L. C.; CLARO, R. M.; COSTA, J. C.; BANDONI, D. H.; LEVY, R. B.; MARTINS, A. P. B. Consumo de hortaliças e sua relação com os alimentos ultraprocessados no Brasil. Revista de Saúde Pública. v. 52, n. 1, p. 1-11, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.11606/s1518-8787.2018052000111

DIAS, A. C. P.; PINTO, N. A V. D; YAMADA, L. T. P.; MENDES, K. L.; FERNANDES, A. G. Avaliação do consumo de hortaliças não convencionais pelos usuários das unidades do programa saúde da família (PSF) de Diamantina – MG. Alimentação e Nutrição. v. 16, n. 3, p. 279 – 284, 2005.

DUARTE, G. D.; GUIMARÃES, L. V.; SEGRI, N. J.; MARTINS, M. S. A. S; MALTA, D. C. Diferenças no consumo de alimentos entre homens e mulheres entrevistados pelo inquérito telefônico vigitel. Revista brasileira em promoção da saúde. v. 30, n. 1, p. 1 – 12. 2017. DOI: 10.5020/18061230.2017.6165

EMBRAPA HORTALIÇAS. Hortaliças em Revista. A importância Nutricional das Hortaliças. 2012. https://www.embrapa.br/documents/1355126/2250572/revistaed2.pdf/74bbe524-a730-428f-9ab0-ad80dc1cd412.

FIGUEIREDO, I. C. R.; JAIME, P. C.; MONTEIRO, C. A. Fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras em adultos da cidade de São Paulo. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 42, n. 5, p. 777-785, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102008005000049

IBGE. Pesquisa de orçamentos familiares 2008-2009: análise do consumo alimentar pessoal no Brasil. Rio de Janeiro, 2011. http://www.ibge.gov.br/ home/estatistica/populacao/condicaodevida/pof/2008_2009_ analise_consumo/pofanalise_2008_2009.pdf>

MENDES, K. L.; CATÃO, L. P. Avaliação do consumo de frutas, legumes e verduras por adolescentes de Formiga – MG e sua relação com fatores socioeconômicos. Alimentação e Nutrição. v. 21, n. 2, p. 291 – 296, 2010.

OLIVEIRA, A. C. A.; SILVA, A. F.; RAPOSO, N. R. B.; CHICOUREL, E. L. Consumo de hortaliças por estudantes do curso de farmácia da Universidade Federal Juiz de Fora. UH Revista. v. 27, n. 3, p. 377-385. 2012.

OLIVEIRA, M. S.; LACERDA, L. N. L.; SANTOS, L. C.; LOPES, A. C. S.; CÂMARA, A. M. C. S.; MENZEL, H. K.; HORTA, P. M. Consumo de frutas e hortaliças e as condições de saúde de homens e mulheres atendidos na atenção primária à saúde. Ciência & Saúde Coletiva. v. 20, n. 8, p 2313-2322, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015208.18272014.

QUEIROZ, A. T.; SANTOS, T. A. Perfil do consumo de hortaliças na região de Itapetinga – SP. Revista perspectiva e gestão, educação e tecnologia. v. 4, n. 8, 2015.

RAMALHO, A. A.; DALAMARIA, T.; SOUZA, O. F. Consumo regular de frutas e hortaliças por estudantes universitários em Rio Branco, Acre, Brasil: prevalência e fatores associados. Caderno Saúde Pública. v. 28, n. 7, p. 1405-1413, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000700018.

REZENDE, L. F. M.; AZEREDO, C. M.; CANELLA, D. S.; LUIZ, O. C.; LEVY, R. B.; ELUF NETO, J. Coronary heart disease mortality, cardiovascular disease mortality and all-cause mortality attributable to dietary intake over 20 years in Brazil. Int J Cardiol. n. 1, v. 217, n. 1, p. 64-68, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijcard.2016.04.176

WILLETT, W.C. Nutritional epidemiology. 2 ed. New York: Oxford University Press, 2000. 528 p.

Downloads

Publicado

2020-11-30

Como Citar

Aguiar, F. I. S., Freitas Júnior, F. G. B. F., Ferreira, L. S., Silva, M. D. C., Almeida, E. I. B., Silva, L. R., & Silva, M. S. (2020). Frequency and eating habit of potato, carrot and beet, by agronomy scholars. Scientific Electronic Archives, 13(12), 1–6. https://doi.org/10.36560/131220201148

Edição

Seção

Agricultural Science

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)