Spatio-temporal analysis of the incidence of non-conformity in the quality of drinking water in municipalities in the south of the State of Bahia, Brazil, between 2002 and 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36560/131220201158

Palavras-chave:

water supply, drinking water, regional analysis, conformity.

Resumo

Brazilian law ensures that citizens have adequate access to drinking water. Three important indicators of the operational quality of the water supply service are the incidence of samples of drinking water outside the standard of potability for the parameters of residual chlorine, turbidity, and total coliforms, whose values vary from 0% to 100%. This work aimed to analyze the values of the incidence of samples outside the Brazilian potability standard of these three parameters in 70 municipalities in the south of the State of Bahia between 2002 and 2018 and to represent these results spatially. The studied municipalities presented historical averages of incidence of non-conformity that varied between 0.01% and 52.50% for residual chlorine, 0.16% and 100% for turbidity, and 0.00% and 58.33% for total coliforms. Despite the wide variation in these values, the general incidence averages for the entire region were 1.82% for residual chlorine, 3.22% for turbidity, and 1.93% for total coliforms. Some municipalities need to adjust their treatments to decrease the percentage of non-standard samples for the studied parameters in order to supply the population with water that meets the national drinking standard.

Biografia do Autor

D. S. Aquino, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia campus Eunápolis

Engenheiro Ambiental e Mestre em Engenharia Civil. Docente e coordenador do Laboratório de Hidráulica do IFBA campus Eunápolis.

J. F. Caldeira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia campus Eunápolis.

Técnica em Edificações e graduanda em Engenharia Civil pelo IFBA campus Eunápolis.

L. L. Cordeiro, Floram Engenharia e Meio Ambiente.

Engenheira Agrimensora e Especialista em Gestão, Licenciamento e Auditoria Ambiental. Analista Ambiental da Floram Engenharia e Meio Ambiente.

Referências

ARRUDA, R. O. M.; DE SOUZA, P. C.; ROSINI, E. F.; AZEVEDO, F. D. Ocorrência de casos de doenças diarreicas agudas e sua relação com os aspectos sanitários na região do alto Tietê, São Paulo. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 15, n. 34, 2019. DOI: https://doi.org/10.14393/Hygeia153449903.

AYRES, M.; AYRES JÚNIOR, M.; AYRES, D.L.; SANTOS, A.A.S. BioEstat. Belém: Instituto Mamiraua, 2007.

BONAMENTE, M. Statistics and Analysis of Scientific Data. 2a ed., New York: Springer, 2017.

BRASIL. Lei nº 11.445, de 5 de janeiro de 2007. Estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico; altera as Leis nos 6.766, de 19 de dezembro de 1979, 8.036, de 11 de maio de 1990, 8.666, de 21 de junho de 1993, 8.987, de 13 de fevereiro de 1995; revoga a Lei no 6.528, de 11 de maio de 1978; e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília: DOU, 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de setembro de 2017. Consolidação das normas sobre as ações e os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde. Diário Oficial da União. Brasília: DOU, 2017.

BRENTAN, B. M.; LIMA, G. M.; LUVIZOTTO JUNIOR, E.; IZQUIERDO, J. Hybrid SOM+k-Means clustering to improve planning, operation and management in water distribution systems. Environmental Modelling & Software, v. 106, p. 77-88, 2018. DOI: https://doi.org/10.1016/j.envsoft.2018.02.013 .

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÃSTICA. Censo 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/. Acesso em: 06 mai. 2020.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÃSTICA. Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas. Brasília: IBGE, 1990.

IGEO - INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DA UFBA. Shapes Estado. Disponível em: http://www.twiki.ufba.br/twiki/bin/view/IGeo/ShapesEstado. Acesso em: 06 mai. 2020.

SNIS - SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE SANEAMENTO. Abastecimento de Ãguas – 2018. Disponível em: http://www.snis.gov.br/painel-informacoes-saneamento-brasil/web/painel-abastecimento-agua. Acesso em: 06 mai. 2020a.

SNIS - SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE SANEAMENTO. Série Histórica. Disponível em: http://app4.mdr.gov.br/serieHistorica/. Acesso em: 06 mai. 2020b.

VIANNA, M. R. Hidráulica Aplicada à s Estações de Tratamento de Ãgua. 6a ed., Belo Horizonte: Editora 3i, 2019.

VON SPERLING, M. Introdução à Qualidade das Ãguas e ao Tratamento de Esgotos. 4a ed., Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

Downloads

Publicado

2020-11-30

Como Citar

Aquino, D. S., Caldeira, J. F., & Cordeiro, L. L. (2020). Spatio-temporal analysis of the incidence of non-conformity in the quality of drinking water in municipalities in the south of the State of Bahia, Brazil, between 2002 and 2018. Scientific Electronic Archives, 13(12), 99–106. https://doi.org/10.36560/131220201158

Edição

Seção

Mathematical Sciences / Engineering