Germination and multiplication of carnation using BAP and KIN in vitro

Autores

  • D. P. Restelatto Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • T. Gerber FACC - Faculdade Concórdia
  • L. M. Sartoretto FACC - Faculdade Concórdia

DOI:

https://doi.org/10.36560/722014122

Palavras-chave:

seeds, axillary buds, germination

Resumo

Aiming to establish a system of in vitro multiplication for the harpsichord, the seeds were sterilized in sodium hypochlorite and inoculated in MS. The induction of axillary buds used the BAP and Kinetin (KIN) at concentrations of 0; 2,0 and 4,0 mg/L. Was added, 3% (w/v) sucrose, 0,6 (w/v) agar and the pH ± 5.8. 40 days after the inoculation of seeds, germination was evaluated. The best average germination occurred in T1 (0 min in hypochlorite) and T3 (10 min in hypochlorite) (9,0 and 8,75) treatments, respectively, differing T2 (5 min in hypochlorite) (3,75). In the formation of axillary buds, treatment T1 (2,0 mg / L BAP) presented (7,1 buds /explant). Have the treatment T3 (4,0 mg /L BAP) presented (5,5 buds / explant), and T1 (zero BAP) statistically had the lowest bud formation (3,73 buds / explant). For CIN, it was observed that the best response (5,6 and 5,1 buds/explants ) were in the T1 (0 CIN ) and T3 (4.0 mg /L KIN) treatments whereas in T2 (2,0 mg /L CIN ) had the lowest bud formation (2,7 buds /explant ) . Thus, sodium hypochlorite was effective in decontaminating and BAP and KIN hormones were effective for inducing gems

Biografia do Autor

T. Gerber, FACC - Faculdade Concórdia

Professora na FACC -Faculdade Concórdia, atuando na disciplina de Biologia Geral e Fisiologia Vegetal. Especialista de Laboratório. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Algas e Plantas pela Universidade Federal de Santa Catarina- UFSC/SC (2013) Bolsista Capes, na área de concentração de Fisiologia e Ecologia de Plantas. Graduada em Ciências Biológicas com Ênfase em Biotecnologia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina- UNOESC/SC (2010). Possui experiência na área de Fisiologia e Bioquímica Vegetal, trabalhando com Cultivo in vitro e produção de metabólitos primários e secundários de plantas, além de investigar o potencial das espécies vegetais, como fonte de compostos de interesse.

L. M. Sartoretto, FACC - Faculdade Concórdia

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Pelotas (1990), mestrado em Produção Vegetal (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Pelotas (1995) e doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular) pela Universidade de Brasília (2002). Atualmente atuo como professora e Coordenadora do Curso de Bacharelado em Agronomia na FACC - Faculdade Concórdia.

Referências

ARAÚJO, A. G.; FIORINI, C. V. A.; PASQUAL, M.; SILVA, A. B. da.; VILLA, F. Multiplicação in vitro de gloxínia (Sinningia speciosa Lood. Hiern.). Revista Ceres, 51 (293): 117-127, 2004.

CABRAL, G. B.; PIRES, M, V. V.; LACERDA, A. L.; CARNEIRO, V. T. de C. Introdução in vitro, micropropagação e conservação de plantas de Brachiaria sp. Brasília DF, 2003. 4 p. (Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. Comunicado Técnico, 101).

CASTRO, R. C. A de. Deficiência de macronutrientes em Helicônia Golden Torch. Recife, 2007, 102 p.

CHAGAS, E. A.; FRÃGUAS, C. B.; SILVA, E. F. DA.; PASQUAL, M.; MENDONÇA, V. Multiplicação in vitro de Crisântemo cv. White Polaris. R. Bras. Agrociência, v. 10, n. 1, p.123-126, 2004.

COUTO, J. M. F.; OTONI, W. C.; PINHEIRO, A. L.; FONSECA, E. P. Desinfestação e germinação in vitro de sementes de mogno (Swietenia macrophylla King). Revista Ãrvore, Viçosa, v. 28, n.5, p. 633-642, 2004.

DONINI, L. P.; FERREIRA-MOURA, I.; GUISSO, A. P.; SOUZA, J. A de.; VIÉGAS, J. Preparo de lâminas foliares de aráceas ornamentais: desinfestação com diferentes concentrações de hipoclorito de sódio. Arq. Inst. Biol., São Paulo, v.72, n.4, p.517-522, 2005.

GONÇALVES, J. C.; MARCHUETA, M.; DIOGO, G. Influência da benzilaminopurina e da cinetina na micropropagação de plantas jovens de Lavandula luisieri (Rozeira) Rivas-Martínez, Cernas, 2007, 7 p.

HEBERLE, M. Propagação in vitro e ex vitro de Louro-Pardo (Cordia trichotoma (Vell.). Arrabida ex Steudel). Santa Maria, 2010, 75p.

LUCAS, M. A. K.; FAGUNDES, J. D.; PEREIRA, D. D.; SARMENTO, M. B. Micropropagação de violeta-africana (Saintpaulia ionantha Wendl.): Efeito da benzilaminopurina na multiplicação. Lavras, Ciênc. Agrotec, v. 31, n. 5, p. 1380-1385, 2007.

MELLO-FARIAS, P. C.; PETERS, J. A.; NAKASU, B. H. Micropropagação de porta-enxerto de pereira, “old home†x “farmingdaleâ€. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 2, n. 2, p. 71-78, 1996.

MUNIZ, M. F. B.; SILVA, L. M.; BLUME, E. Influência da assepsia e do substrato na qualidade de sementes e mudas de espécies florestais. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 29, n.1, p. 140-146, 2007.

MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A. A revised medium for rapid growth and bioassays with tobacco tissue cultures. Physiologia Plantarum, v.15, p. 473-497, 1962.

NASCIMENTO, P. K. V do.; FRANCO, E. T. H.; FRASSETTO, E. G. Desinfestação e Germinação in vitro de sementes de Parapiptadenia rígida Bentham (Brenam). Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 5, supl. 2, p. 141-143, jul. 2007.

NASCIMENTO, A. da C.; PAIVA, R.; ABBADE, L. C.; VARGAS, D. P.; SOARES, F. P. Micropropagação de uvaieira (Eugenia pyriformis Cambess): efeitos do BAP e AIB. Revista Verde de Agroecologia e desenvolvimento sustentável, Limoeiro, v.3, n.2, p.20-26, 2008.

PASQUAL, M.; SANTOS, F. C.; FIGUEIREDO, M. A. de.; JUNQUEIRA, K. P.; REZENDE, J. C. de.; FERREIRA, E. A. Micropropagação do abacaxizeiro ornamental. Hortic. bras., v. 26, n. 1, jan.-mar, 2008.

PEIXOTO, A. M. FERRAZ, F.; REICHARD, K.; SOUZA, J. S. I. de. Enciclopédia agrícola brasileira. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, v 2. 1998, 630p.

PIMENTEL, N.; HEBERLE, M.; KIELSE, P.; LENCINA, K. H.; FISCHER, H.; SCHWALBERT, R.; RAUBER, M. A.; BISOGNIN, D. A. Efeito de bap e cinetina na multiplicação in vitro de Ipê-Roxo (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos). Trabalho de Pesquisa – UFSM, 2005. 6 p.

SILVA, A. L. L da.; FRANCO, E. T. H.; DORNELLES, E. B.; GESING, J. P. A. Micropropagação de Dyckia maritima Baker – Bromeliaceae. Porto Alegre, v. 63, p. 135-138, Jan./Jun. 2008.

SOUZA, F. S. de.; TOZI, T. S de.; MELIS, V. V.; ROSOLEM, C. A. Resposta do algodoeiro submetido a reguladores de crescimento em função da lavagem por chuva simulada. UNESP: Botucatu, 2007.

THOMAZ, D. L.; NEGRELLE, B. R. R. A Cadeia Produtiva da Floricultura no Estado do Espírito Santo. Vitória: SEBRAE/ES, 2007. 42 p.

ZAERR, J. B.; MAPES, M. O. Action of growth regulators. In: Bonga, J.M.; Durzan, D.J. (Eds.). Tissue culture in forestry. Dordrecht: Martinus Nijhoff Pub. p.231-255, 1985.

Downloads

Publicado

2014-07-29

Como Citar

Restelatto, D. P., Gerber, T., & Sartoretto, L. M. (2014). Germination and multiplication of carnation using BAP and KIN in vitro. Scientific Electronic Archives, 7(2), 81–88. https://doi.org/10.36560/722014122

Edição

Seção

Ciências Biol´ógicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)