Cuidado farmacêutico: atuação e contribuição do farmacêutico no SUS, Sinop - MT

Autores

  • Ana Paula Melgarejo Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Sinop
  • Rafaela Grassi Zampieron Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Sinop
  • Lee Yun Sheng Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Sinop

Palavras-chave:

cuidado farmacêutico, farmacoterapia, problemas relacionados aos medicamentos.

Resumo

O cuidado farmacêutico ao usuário do SUS pode contribuir tanto para qualidade de vida quanto para a farmacoterapia correta deste usuário visando melhor adesão ao tratamento. O cuidado é uma prática direcionada a prevenção, identificação e resolução de problemas relacionados ao uso de medicamentos (PRM) para melhorar qualidade de vida das pessoas. O objetivo do trabalho foi realizar ações relacionadas ao cuidado farmacêutico em um ambiente público e carente de informações farmacológicas e não farmacológicas para análise de indicadores do serviço. Foram acompanhados 104 usuários utilizando um formulário durante a consulta farmacêutica, com o qual foi possível realizar a análise do caso de cada indivíduo. Dos usuários que participaramda pesquisa, 68 eram portadores de diabetes (DM) e 75 com hipertensão arterial sistêmica (HAS), sendo que 47 participantes possuíam estas duas doenças associadas. Foi também avaliada a correlação entre a HAS e os fatores de risco como tabagismo e dislipidemias. Foram identificados 72 usuários com problemas relacionados aos medicamentos (PRMs) e estes ausentes em 32 dos participantes. O PRM mais prevalente foi o que relaciona a administração e adesão do usuário ao tratamento. Diante de problemas relacionados aos medicamentos encontrados, durante as entrevistas, bem como as condições de saúde apresentadas pelos participantes, foram propostas intervenções farmacêuticas. Com as entrevistas sucessivas foi possível identificar aceitação quanto as intervenções relacionadas a farmacoterapia, aos hábitos alimentares e quanto ao controle de parâmetros como a pressão arterial e glicemia capilar dos usuários avaliados. Estas intervenções foram consideradas positivas e contribuíram com a melhoria na qualidade de vida.

Referências

BERGER B.A. Habilidades de comunicação para farmacêuticos: construindo relacionamentos, otimizando o cuidado aos pacientes. São Paulo: Pharmabooks. 2011. ISBN 1085-89731-54-5.

BRASIL, I.B.G.E. Instituto Brasileiro de geografia e Estatística. Censo demográfico 2010-2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução no 466, de 12 de dezembro de 2012. Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União de 13 de junho de 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Capacitação para implantação dos serviços de clínica. Cuidado farmacêutico na atenção básica. Título. II. 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Cuidado farmacêutico na atenção básica. 1ª ed. v. 4. Brasília (DF); 2015. ISBN 978-85-334-2241-4 (obra completa).

CARDOSO D.B., Coelho A.P.C.P., RODRIGUES M., PETROIANU, A. Fatores relacionados ao tabagismo e ao seu abandono. Revista de Medicina. 2010; 89 (2): 76- 82. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v89i2p76-82.

CHISHOLM-BURNS M.A., LEE J.K., SPIVEY C.A., SLACK M., HERRIER R.N., HALL-LIPSY E., ZIVIN J.G., ABRAHAM I., PALMER J., MARTIN J.R., KRAMER S.S., WUNZ T. Efeito dos farmacêuticos dos EUA como membros da equipe no atendimento ao paciente: revisão sistemática e meta-análises. Med Care. 48(10):923-33, 2010. doi: 10.1097 / MLR.0b013e3181e57962.

CIPOLLE R.J., STRAND L.M., MORLEY P.C. Pharmaceutical care practice: the clinician’s guide. Medical Pub. Division; 2004. DOI:10.1080/10915810490902074.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA (CFF). Resolução no 585 de 29 de agosto de 2013. Regulamenta as atribuições clínicas do farmacêutico e dá outras providências. Brasília, 2013. Diário Oficial da União de 26 de setembro de 2013, Seção 1, p. 136.

CORRER C.J., REIS W.C.T. Manual 2: colesterol em dia. 1. ed. Curitiba: Ed. Practice, 2016a. 100 p. (Manual 2). ISBN 978-85-68784-07-5.

CORRER C.J., REIS W.C.T. Manual 7: parar de fumar. 1. ed. Curitiba: Ed. Practice, 2016b. 108p. (Manual 7) ISBN 978-85-68784-01-3.

CORRER C.J. Farmácia Clínica e a prestação de serviços farmacêuticos. 1 ed. Curitiba: Ed. Practice,132 p. 2016.

COSTA C.M.F.N, SILVEIRA M.R., ACURCIO F.A., GUERRA JÚNIOR A.A., GUIBU I.A., COSTA K.S., KARNIKOWSKI M.G.O., SOEIRO O.M., LEITE S.N., COSTA E.A., NASCIMENTO R.C.R.M., ARAÚJO V.E., ÀLVARES J. Use of medicines by patients of the primary health care of the Brazilian Unified Health System. Revista de Saúde Pública. 51(2):18s, 2017.

FLOR L.S., CAMPOS M.R. Prevalência de diabetes mellitus e fatores associados na população adulta brasileira: evidências de um inquérito de base populacional. Revista Brasileira de Epidemiologia 20: 16-29, 2017.

HEPLER C.D., STRAND L.M. Opportunities and responsabilities in pharmaceutical care. Am J Hosp Pharm. 1990;47(3): 533‑543. DOI: 10.1093/ajhp/47.3.533.

LASERI D.D., DE SOUZA P.R.K. Atenção farmacêutica e o tratamento de diabetes mellitus. Rev de Atenção à Saúde. 2007; 5 (14): 49- 56. ISSN 1415-2177 e e-ISSN 2317 6032.

LOPES D.A.M.G. Atenção farmacêutica e consultórios farmacêuticos. Revista Acadêmica Oswaldo Cruz, ano 4, n.16 outubro-dezembro 2017 ISSN 2357-81873 (versão on-line). Disponível em:< http://revista.oswaldocruz.br/Artigos> Acesso em: 01 jan. 2019.

MELO D.O.de, CASTRO L.L.C. de. A contribuição do farmacêutico para a promoção do acesso e uso racional de medicamentos essenciais no SUS. Ciência & Saúde Coletiva [online], 22(1): 235-244, 2017. ISSN 1678-4561.https://doi.org/10.1590/1413-81232017221.16202015.

MENDES E.V. As redes de atenção a saúde. 2. ed. Brasília (DF): Organização Pan-Americana da Saúde; 2011.

NASCENTE F.M.N., JARDIM P.C.B.V., PEIXOTO M.D.R.G., MONEGO E.T., MOREIRA H.G., VITORINO P.V.D.O., SCALA L.N. Hipertensão arterial e sua correlação com alguns fatores de risco em cidade brasileira de pequeno porte. Arquivos brasileiros de cardiologia. 2010, 95 (4): 502-509. https://doi.org/10.1590/S0066-782X2010005000113.

OLIVEIRA L.C.F., ASSIS M.M.A., BARBONI A.R. Assistência Farmacêutica no Sistema Único de Saúde: da Política Nacional de Medicamentos a Atenção Básica a Saúde. Cienc Saude Coletiva. 15(3):3561-3567, 2010. https://doi.org/10.1590/S1413-81232010000900031.

OLIVEIRA D.R. Atenção Farmacêutica: da filosofia ao gerenciamento da terapia medicamentosa. São Paulo: RCN Editora LTDA; 2011. ISBN: 858621413-2.

PLÁCIDO V.B., FERNANDES L.P.S., GUARIDO C.F. Contribuição da atenção farmacêutica para pacientes portadores de diabetes atendidos no ambulatório de endocrinologia da UNIMAR. Rev Bras Farm. 2009, 90 (3): 258- 263. ISSN 2176-0667.

SABATER HERNÁNDEZ D., SILVA CASTRO M.M., FAUS DÁDER M.J. MÉTODO DADER: Guía de seguimiento farmacoterapéutico. Grupo de Investigación en Atención Farmacéutica (GIAF). Lisboa: Edições Universitárias Lusófonas ed; 2007. ISBN: 978-972-8881-75-7.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA (SBC). Departamento de Hipertensão Arterial. 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. Revista Brasileira de Hipertensão, São Paulo 24(1), 2017.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES (SBD). Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes. Editora Clannad. 2020.

TAULOIS J.C. O cuidado farmacêutico no tratamento do Diabetes mellitus. 2011. 60p. Trabalho de Conclusão de Curso (Farmácia) – Universidade Católica de Brasília, Taguatinga, 2011. Disponívelem:https://repositorio.ucb.br/jspui/bitstream/

/6764/5/J%C3%BAlia%20Carneiro%20Taulois.pdf> .Acesso em: 05 dez. 2018.

TONIN F.S., WIECEK E., TORRES-ROBLES A., PONTAROLO R., BENRIMOJ S., FERNANDEZ-LLIMOS F., GARCIA-CARDENAS V. Uma técnica inovadora e abrangente para avaliar diferentes medidas de adesão a medicamentos: A meta-análise de rede. Pesquisa em Farmácia Social e Administrativa 15 (4): 358-365, 2019.

WHO. World Health Organization. The rational use of drugs: report of the conference of experts. Nairobi 1985 Jul 25-29. Geneva: WHO; 1987.

Publicado

2021-05-31

Como Citar

Melgarejo, A. P., Zampieron, R. G., & Sheng, L. Y. . (2021). Cuidado farmacêutico: atuação e contribuição do farmacêutico no SUS, Sinop - MT. Scientific Electronic Archives, 14(6), 75–82. Recuperado de https://sea.ufr.edu.br/SEA/article/view/1298