Coinoculação de Azospirillum brasilense e Bradyrhizobium japonicum no desenvolvimento da soja

Autores

  • L. L. Silva-Abud Centro UniversitÁCentro Universitário do Vale do Araguaia
  • G. S. Ferrari Centro Universitário do Vale do Araguaia
  • V. M. M. Lima Centro Universitário do Vale do Araguaia
  • M. M. Stival Centro Universitário do Vale do Araguaia

DOI:

https://doi.org/10.36560/14720211328

Palavras-chave:

Glycine max, fixação biológica de nitrogênio, bactérias

Resumo

Objetivo desse trabalho foi avaliar o desempenho da soja em nodulação e crescimento radicular sob diferentes níveis de dosagem em inoculação e coinoculação. Foi conduzido em Delineamento em blocos casualizados, em esquema fatorial 4x16. As dosagens utilizadas foram 50-100-150ml (25kg de semente) com Azospirillum brasilense e 450-900-1350ml por ha de Bradyrhizobium japonicum. Os resultados das análises da parte aérea e radicular das plantas foram comparados pelo teste de Tukey (significância de 5%). A inoculação com Bradyrhizobium japonicum apresentou resultados superiores em todos os aspectos avaliados quando comparadas a o tratamento zero, já a inoculação com Azospirillum brasilense não demonstrou resultados significativos em nenhum aspecto isoladamente. Com a co-inoculação mostrou que a interação das duas estirpes apresentou resultado superior, na matéria verde raiz e matéria seca parte aérea, significando um melhor desenvolvimento vegetativo da planta

Referências

BÃRBARO, I. M., MACHADO, P. C., BARBARO-JUNIOR, L.S., TICELLI, M., MIGUEL, F.B., SILVA, J. A. A. A. Produtividade da soja em resposta à inoculação padrão e co-inoculação. Revista Colloquium Agrariae, v. 5, n. 1, p. 1-7, 2009.

BÃRBARO, I. M. MIGUEL, F. B., SILVA, J. A. A., LIBÓRIO, P. H. S., SOBRINHO, M. R., FINOTO, E. L., MATEUS, G. P., BORGES, W. L. B. B., FREITAS, R. S. Viabilidade técnica e econômica da co-inoculação de soja no estado de São Paulo. Revista Nucleus, Edição especial, p. 45-58, 2017

BENETTI, Ricardo. Utilização de rizobactérias promotoras de crescimento em plantas em co-inoculação e na parte aérea da soja (Glycine max), (Monografia) - Universidade regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – Ijuí, Brasil, 2017.

CASSÃN, F., SGROY, V. DIEGO, P., OSCAR, M., VIRGINIA, L. Producción de fitohormonas por Azospirillum sp. Aspectos fisiológicos y tecnológicos de la promoción del crecimiento vegetal. In: CASSÃN, F.D.; GARCIA DE SALAMONE, I. (Ed.) Azospirillum sp.: cell physiology, plant interactions and agronomic research in Argentina. Argentina: Asociación Argentina de Microbiologia, p.61-86, 2008.

CHANWAY, C.P. Inoculation of tree roots with plant growth promoting soil bacteria: an emerging technology for reflorestation. Revista Forest Science, Bethesda, v. 43, p. 99-112, 1997.

DELUIZ, N.; NOVICKI, V. Trabalho, meio ambiente e desenvolvimento sustentável: implicações para uma proposta de formação crítica. Boletim Técnico SENAC, v.30, n.2, p. 18-29, 2018.

FIGUEIREDO, M.V.B.; BURITY, H.A.; MARTINEZ, C.R.; CHANWAY, C.P. Alleviation of drought stress in the commom bean (Phaseolus vulgaris L.) by co-inoculation Paenibacillus x Rhizobium tropici. Applied Soil Ecology, Amsterdam, v. 40, p. 182-188, 2008.

FINOTO, E.L., CORDEIRO-JUNIOR, P. S., BARBARO-TORNELI, I.M., MARTINS, M.H., SOARES, M. B.B., MARTINS, A.L.M.M. Desenvolvimento e produção de soja co-inoculada com Azospirillum brasilense em semeadura direta sobre palhiço de cana crua. Revista Nucleus, Edição especial, p. 9-14, 2017.

GALRÃO, Enéas zaborowsky. Micronutrientes. In: REATTO DOS SANTOS BRAGA, Adriana et al. Cerrado: Correção do solo e adubação. Brasília: EMBRAPA, ed. 2, p. 185-224. 2004.

GUIMARÃES, S.L., BONFIM-SILVA, E.M., KROTH, B.E., MOREIRA, J. Crescimento e desenvolvimento inicial de Brachiaria decumbens inoculada com Azospirillum spp. Enciclopédia Biosfera, v.7, n.13, p. 286-295, 2011.

GITTI, D.C., ARF, O., KANEKO, F.H., RODRIGUES, R. N.F.R. Inoculação de Azospirillum brasilense em cultivares de feijões cultivados no inverno. Agrarian, v. 5, n. 15, p. 36-46, 2012.

HUNGRIA, M., CAMPO, R. J., MENDES, I. C. A importância do processo de fixação biológica do nitrogênio para a cultura da soja: componente essencial para a competitividade do produto brasileiro. Embrapa Soja-Documentos (INFOTECA-E), 2007.

INAGAKI, A. M.; GUIMARÃES, V. F., LANA, M. C., RODRIGUES, L. F. O. S., DIAMANTE, M. S., SILVA, M. B. Desenvolvimento inicial do milho em resposta à associação com bactérias diazotróficas e níveis de acidez o solo. XXXIV Congresso Brasileira de Ciência do solo. 2013. https://www.sbcs.org.br/cbcs2013/anais/arquivos/1241.pdf

LACERDA, A. M., MOREIRA, F. M. S., ANDRANDE, M. J. B., SOARES, A. L. L. Efeito de estirpes de rizóbio sobre a nodulação e produtividade do feijão-caupi. Ceres, v. 51, n. 293, 2004.

LOPES, A. S.; WIETHÖLTER, S.; GUILHERME, L. R. G.; SILVA, C. A. Sistema plantio direto: bases para o manejo da fertilidade do solo. São Paulo: ANDA - Associação Nacional para Difusão de Adubos, 2004.110 p.

MAGALHÃES, W. A., MEGAIOLI, T. G., FREDDI, O. S., SANTOS, M. A. Quantificação de nutrientes em sementes de soja. Revista de Ciências Agroambientais, v. 13, n. 2, 2015.

MARCON, E.C., ROMIO, S.C., MACCARI, V.M., KLEIN, C. LAJÚS, C.R. Uso de diferentes fontes de nitrogênio na cultura da soja. Revista Thema, v. 14, n. 2, p. 298-308, 2017.

PARCIANELLO, G., COSTA, J.A., PIRES, J.L.F., RAMBO, L. SAGGIN, K. Tolerância da soja ao desfolhamento afetada pela redução do espaçamento entre fileiras. Ciência rural. Santa Maria. Vol. 34, n. 2 (mar./abr. 2004), p. 357-364, 2004.

RODRIGUES, A.C., ANTUNES, J.E.L., MEDEIROS, V.V., BARROS, B.G.F., FIGUEIREDO, M.V.B. Resposta da co-inoculação de bactérias promotoras de crescimento em plantas e Bradyrhizobium sp. em caupi. Bioscience Journal, v. 28, n. 1, 2012.

SANTOS, J.M.R. dos; CARVALHO, B.R.; SILVA, T.R. da; ALVES NETO, R.F.; FREITAS, A.D.S. de; FERNANDES-JUNIOR, P.I. Desempenho Produtivo de Variedades de Feijão-Caupi Inoculadas com Estirpes de Bradyrhizobium no Semiárido Pernambucano. Anais da XII Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Semiárido, p. 299, 2017.

SILVA, I.W. da. Avaliação de microrganismos promotores de crescimento no tratamento de sementes de soja (Glycine max L.). (Monografia) - Universidade Regional do Noroeste do Est. do Rio Grande do Sul, Ijuí, Brasil, 2016. https://bibliodigital.unijui.edu.br:8443/xmlui/handle/123456789/4184

SILVA, A.F. da, CARVALHO, M.A.C., SHONINGER, E.L., MONTEIRO, S., CAIONE, G., SANTOS, P.A. Doses de inoculante e nitrogênio na semeadura da soja em área de primeiro cultivo. Bioscience Journal, v. 27, n. 3, 2011.

SILVA, E.R. da, SALLES, J.S., ZUFFO, A.M., STEINER, F. Coinoculação de Bradyrhizobium japonicum e Azospirillum brasilense em sementes de amendoim de diferentes tamanhos. Revista de Agricultura Neotropical, v. 4, n. 5, p. 93-102, 2017.

SOUZA, D.S. LIMA, S.F., CADORE, E., DAVID, C.H.O., SANTOS, O.F. Aplicação de ureia revestida e produtos foliares no milho safrinha. Revista Nucleus, v. 14, n. 1, p. 323-334, 2017.

YADEGARI, M.; RAHMANI, H.A. Evaluation of bean (Phaseolus vulgaris) seeds’ inoculation with Rhizobium phaseoli and plant growth promoting Rhizobacteria (PGPR) on yield and yield components. African Journal of Agricultural Research, v. 5, p.792–799, 2010.

Publicado

2021-07-02

Como Citar

Silva-Abud, L. L., Ferrari, G. S., Lima, V. M. M. ., & Stival, M. M. . (2021). Coinoculação de Azospirillum brasilense e Bradyrhizobium japonicum no desenvolvimento da soja. Scientific Electronic Archives, 14(7), 25–32. https://doi.org/10.36560/14720211328

Edição

Seção

Ciências Agrárias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)