Epidemiological profile of pregnant women in a basic health unit in Sinop-MT

Autores

  • D. M. Trevisanutto
  • T. V. Souza
  • A. N. Cunha

DOI:

https://doi.org/10.36560/1132018505

Palavras-chave:

Prenatal care, Family health program, Epidemiological profile

Resumo

This study aims to verify the epidemiological profile of the pregnant women attending the Basic Health Unit (BHU) of the Jardim Botânico in Sinop Mato Grosso, who presented the probable date of delivery until January 2017. Tracing the epidemiological profile of pregnant women, we hope to obtain pertinent information to identify possible gestational problems, to list their social conditions that may negatively influence pregnancy, to identify possible gestational risk factors and to identify the main complaints of this population. The research has a descriptive profile, with quantitative and qualitative approach. Twenty women, aged 18 years and over, regardless of their obstetric history, were treated at BHU Jardim Botânico, who were registered at Sispré-natal and who agreed to participate in the study. Pregnant women under the age of 18 years, who are not registered in Sispré-natal, and those who are not willing to participate in the survey were excluded. Data collection was done through a structured questionnaire with closed and open questions, being performed individually or with the companion's company during pre-scheduled interviews that were performed at the health unit or at a place indicated by the pregnant woman. The quantitative data obtained during the study were analyzed, structured in spreadsheets and graphs through the programs Microsoft Office Excel and Word 2010, and the qualitative data were analyzed and distributed in categories according to Bardin method. To begin the data collection, the Ethics Committee of the Institution was requested in accordance with Resolution 466/2012 of the National Health Council. Participants signed the Free and Informed Consent Form, ensuring anonymity, confidentiality of data collected, right to withdraw from the study without any prejudice and authorization of access to the researcher and the results of the study.

Referências

ALVES, C.N.; RESSEL, L.B.; SANFELICE, C. BISOGNIN, P. WILHELM, L.A.; ZANINI, R.R. Perfil de gestantes assistidas no pré-natal de enfermagem de uma unidade básica de saúde. Disponível em: < file:///C:/Users/Debora/Downloads/2052-15142-1-PB.pdf>. Acesso em: 17/02/2017.

ARAÚJO, D.M.R.; PACHECO, A.H.R.N.; PIMENTA, A.M.; KAC, G. Prevalência e fatores associados a sintomas de ansiedade em uma coorte de gestantes atendidas em um centro de saúde do município do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292008000300013>. Acesso em: 08/02/2017.

ARRAIS, L.; SOUZA, C.A.; MASULLO, C. A gravidez desejada e não desejada. Disponível em: < http://www.abc.med.br/p/gravidez/336034/a+gravidez+desejada+e+a+nao+desejada.htm>. Acesso em: 17/02/2017.

BELO, M.A.V.; SILVA, J.L.P. Conhecimento, atitude e prática sobre métodos anticoncepcionais entre adolescentes gestantes. Disponível em: < http://www.journals.usp.br/rsp/article/view/31747/33661>. Acesso em: 09/02/2017.

BERLOFI, L.M.; ALKMIN, E.L.C.; BARBIERI, M.; GUAZZELLI, C.A.F.; ARAÚJO, F.F. Prevenção da reincidência de gravidez em adolescentes: efeitos de um Programa de Planejamento Familiar. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ape/v19n2/a11v19n2>. Acesso em: 09/02/2017.

BRASIL, Ministério da Saúde. Departamento de informática do SUS/DATASUS. Sisprenatal. Disponível em:< http://datasus.saude.gov.br/sistemas-e-aplicativos/epidemiologicos/sisprenatal>. Acesso em: 21/10/2016.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco. 1. ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2012. 318p.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Ãrea Técnica de Saúde da Mulher. Assistência em Planejamento Familiar: Manual Técnico. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/0102assistencia1.pdf>. Acesso em: 01/10/2016.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria executiva. Programa humanização do parto: humanização no pré-natal e nascimento. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/parto.pdf>. Acesso em: 21/10/2016.

BRASIL. Biblioteca Virtual em Saúde. Rede Interagencial de Informações para Saúde (RIPSA). Indicadores e Dados Básicos para a Saúde no Brasil. Disponível em: <http://www.ripsa.org.br/vhl/indicadores-e-dados-basicos-para-a-saude-no-brasil-idb/conceitos-e-criterios/>. Acesso em: 04/11/2016.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei N° 9.263, de 12 de fevereiro de 1996. Dispõe sobre o planejamento familiar, estabelece penalidades e dá outras providências. Diário Oficial da União Brasília, DF, 12 de janeiro de 1996. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9263.htm>. Acesso em: 01/10/2016.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo demográfico 2010. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/00000006460511142011051416506447.pdf>. Acesso em: 07/02/2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação Geral de Informação e Análise Epidemiológica (CGIAE/SVS/SM). Dashboard da Natalidade. Disponível em: < http://svs.aids.gov.br/dashboard2/natalidade/>. Acesso em 29/10/2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação Geral de Informação e Análise Epidemiológica (CGIAE/SVS/SM). Painel de Monitoramento da Mortalidade Materna. Disponível em: <http://svs.aids.gov.br/dashboard/mortalidade/materna.show.mtw>. Acesso em: 29/10/2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. DATASUS. Cadernos de Informação de Saúde. Disponível em: <http://tabnet.datasus.gov.br/tabdata/cadernos/cadernosmap.htm#cadernos.> Acesso em: 04/11/2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de Informática do SUS (DATASUS). Sistema de Informação de Nascidos Vivos (SINASC). Nascidos vivos Brasil. Disponível em: < http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinasc/cnv/nvuf.def>. Acesso em: 07/02/2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da criança e da mulher – PNDS. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pnds_crianca_mulher.pdf>. Acesso em: 09/02/2017.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Pré-natal e puerpério: atenção qualificada e humanizada. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_pre_natal_puerperio_3ed.pdf>. Acesso em: 09/02/2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Caderneta da gestante. 2. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2014, 41p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Ãrea Técnica de Saúde da Mulher. Pré-natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada – manual técnico. 3. ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2006.163 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Série A. Normas e Manuais Técnicos. Cadernos de Atenção Básica, n° 32. 1.ed. Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2012. 318 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Gestação de alto risco: manual técnico. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/gestacao_alto_risco.pdf>. Acesso em: 29/01/2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança e nutrição infantil: aleitamento materno e alimentação complementar/2009. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_nutricao_aleitamento_alimentacao.pdf>. Acesso em: 17/02/2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS 2006). Disponível em: < file:///C:/Users/Debora/Downloads/relatorio_final_PNDS2006_04julho2008.pdf>. Acesso em: 30/10/2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de políticas para as mulheres. Monitoramento e Acompanhamento da Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher PNAISM. 1. ed. Brasília: Editora Ministério da Saúde, 2013. 44p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS). Guia de vigilância epidemiológica do óbito materno. Disponível em: < http://svs.aids.gov.br/download/manuais/manual_obito_materno_2009.pdf>. Acesso em: 29/10/2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. SINASC-Sistema de Informações de Nascidos Vivos. Disponível em: < http://datasus.saude.gov.br/sistemas-e-aplicativos/eventos-v/sinasc-sistema-de-informacoes-de-nascidos-vivos>. Acesso em: 04/11/2016.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Diretoria de Pesquisas Coordenação de População e Indicadores Sociais. Indicadores Sociodemográficos e de Saúde no Brasil 2009. Disponível em: < http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv42597.pdf>. Acesso em: 04/11/2016.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Diretoria de Pesquisas Coordenação de População e Indicadores Sociais. Censo demográfico 2010. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/00000008473104122012315727483985.pdf> Acesso em: 04/11/2016.

CAMARGO, E.P. O ensino de Física no contexto da deficiência visual: elaboração e condução de atividades de ensino de Física para alunos cegos e com baixa visão. Disponível em: < http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000358628>. Acesso em: 07/02/2017.

CARVALHO, W.R.G.; FARIAS, E.S.; GUERRA-JUNIOR, G. A idade da menarca está diminuindo? Disponível em: < http://www.redalyc.org/pdf/4060/406038920014.pdf>. Acesso em: 08/02/2017.

DATASUS. Departamento de Informação do SUS. SISPRENATAL - Sistema de Acompanhamento da Gestante. Disponível em:< http://datasus.saude.gov.br/sistemas-e-aplicativos/epidemiologicos/sisprenatal> Acesso: 26/10/2016.

DIAS, W.S.L. Perfil das gestantes do PSF II do município de Itamogi MG. Disponível em:<https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/3033.pdf>. Acesso em: 08/02/2017.

DOMINGOS, S.R.F.; MERIGHI, M.A.B.; FARIA, E.C.R.; FERREIRA, L.M.G. Características dos abortamentos de mulheres atendidas em uma instituição hospitalar filantrópica de Caratinga-MG. Disponível em: < http://reme.org.br/artigo/detalhes/64>. Acesso em: 17/02/2017.

DOMINGUES, R.M.S.M.; DIAS, M.A.B.; PEREIRA, M.N.; TORRES, J.A.; D’ORSI, E.; PEREIRA, A.P.E. FALCONE, W.M.; MADER, C.V.N.; NASCIMENTO, C.F.L.; SANTOS, J.M.M.; NÓBREGA, F.J. Atuação multiprofissional e a saúde mental de gestantes. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/rsp/v39n4/25534.pdf>. Acesso em: 08/02/2017.

FERNANDES, J.V.; RODRIGUES, S.H.L.; COSTA, Y.A.S.; SILVA, L.C.M.; BRITO, A.M.L.; AZEVEDO, J.W.V.; NASCIMENTO, E.D.; AZEVEDO, P.R.M.; FERNANDES, T.A.A.M. Conhecimentos, atitudes e prática do exame de Papanicolaou por mulheres, Nordeste do Brasil. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rsp/v43n5/355.pdf>. Acesso em: 17/02/2017.

FRANCA, G.V.A.; BRUNKEN, G.S.; SILVA, S.M.; ESCUDER, M.M.; VENANCIO, S.I.; Determinantes da amamentação no primeiro ano de vida em Cuiabá, Mato Grosso. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102007000500004>. Acesso em: 18/02/2017.

FREIRE, K.; PADILHA, P.C.; SAUNDERS, C. Fatores associados ao uso de álcool e cigarro na gestação. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbgo/v31n7/v31n7a03.pdf>. Acesso em: 17/02/2017.

GOMES, M.T.; CÉSAR, J.A. Perfil epidemiológico de gestantes e qualidade do pré-natal em unidade básica de saúde em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Disponível em: <https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/241/549>. Acesso em: 07/02/2016.

MATO GROSSO. Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso. Superintendência de atenção á saúde. Matriz diagnóstica estadual: rede cegonha. Disponível em: < http://www.saude.mt.gov.br/atencao-a-saude/arquivos/444/rede-cegonha>. Acesso em: 07/02/2017.

MATO GROSSO. SES - Secretaria Estadual de Saúde. Razão de Mortalidade Materna. Disponível em: < http://appweb3.saude.mt.gov.br/informacao-saude/pesquisa-indicador>. Acesso em: 29/10/2016.

OLIVEIRA, M.M.H.N.; SILVA, A.A.S.; BRITO, L.M.O.; COIMBRA, L.C. Cobertura e fatores associados à não realização do exame preventivo de Papanicolaou em São Luís, Maranhão. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v9n3/06.pdf>. Acesso em: 17/02/2017.

Organização Mundial da Saúde (OMS). CID-10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde. 10a rev. São Paulo: Universidade de São Paulo; 1997.

PEIXOTO, C.R.; LIMA, T.M.; COSTA, C.C.; FREITAS, L.V.; OLIVEIRA,A.S.; DAMASCENO, A.K.C. Reme (Revista mineira de Enfermagem). Perfil das gestantes atendidas no serviço de pré-natal das unidades básicas de saúde de Fortaleza-CE. Disponível em: < http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/516>. Acesso em: 17/02/2017.

PEREIRA, S.V.M.; BACHION, M.M. Revista Brasileira de Enfermagem (REBEN). Diagnósticos de Enfermagem identificados em gestantes durante o pré-natal. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reben/v58n6/a06v58n6>. Acesso em: 08/02/2017.

RODRIGUES, M.S.D. Cefaleia gestacional. Disponível em: <https://medicoresponde.com.br/dor-de-cabeca-na-nuca-durante-a-gravidez-o-que-pode-ser/>. Acesso em: 08/02/2017.

SANTOS, P.M. Perfil de adolescentes gestantes atendidas nas unidades básicas de saúde do município de Sinop/MT: um rastreio da gravidez indesejada. Disponível em: < http://www.seasinop.com.br/revista/index.php?journal=SEA>. Acesso em: 09/02/2017.

SILVA, J.R.; SOUZA, L.P.S.; FIGUEIREDO, M.F.S.; MESSIAS, R.B.; RIBEIRO JUNIOR, A.F.; REIS, T.C. Perfil socioeconômico das gestantes atendidas no serviço de pré-natal da Estratégia Saúde da Família no município de Montes Claro, MG. Disponível em: < http://www.efdeportes.com/efd162/perfil-socioeconomico-das-gestantes-atendidas.htm>. Acesso em: 17/02/2017.

SILVA, M.G.; GONTIJO, E.E.L.; FERREIRA, D.S.; CARVALHO, F.S.; CASTRO, A.M. O perfil epidemiológico de gestantes atendidas nas unidades básicas de saúde de Gurupi, Tocantins. Disponível em: <https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/cienciasaude/article/viewFile/3305/2864>. Acesso em: 08/02/2017.

SOUZA, A.I.; FILHO, M.B.; FERREIRA, L.O.C. Alterações hematológicas e gravidez. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbhh/v24n1/a06v24n1>. Acesso em: 15/02/2017.

SOUZA, N.A.; QUEIROZ, L.L.C.; QUEIROZ, R.C.C.S.; RIBEIRO, T.S.F.; FONSECA, M.S.S. Perfil epidemiológico das gestantes atendidas na consulta de pré- natal de uma unidade básica de saúde em são Luís/MA. Disponível em: < http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rcisaude/article/view/1919/2833>. Acesso em: 09/02/2017.

SPINDOLA, T.; PENNA, L.H.G.; PROGIANTI, J.M. Perfil epidemiológico de mulheres atendidas na consulta do pré-natal de um hospital universitário. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v40n3/v40n3a09>. Acesso em: 07/02/2017.

SPINDOLA, T.; SILVA, L.F.F. Perfil epidemiológico de adolescentes atendidas no pré-natal de um hospital universitário. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ean/v13n1/v13n1a14>. Acesso em: 07/02/2017.

TERENCE, A.C.F.; ESCRIVÃO FILHO, E. Abordagem quantitativa, qualitativa e a utilização da pesquisa-ação nos estudos organizacionais. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2006_tr540368_8017.pdf. Acesso em: 16/02/2017.

VIELLAS, E.F.; DOMINGUES, R.M.S.M.; DIAS, M.A.B.D.; GAMA, S.G.N.; THEME FILHA, M.M.; COSTA, J.V.; BASTOS, M.H.; LEAL, M.C. Assistência pré-natal no Brasil. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2014001300016>. Acesso em: 07/02/2017.

Downloads

Publicado

2018-06-04

Como Citar

Trevisanutto, D. M., Souza, T. V., & Cunha, A. N. (2018). Epidemiological profile of pregnant women in a basic health unit in Sinop-MT. Scientific Electronic Archives, 11(3), 87–100. https://doi.org/10.36560/1132018505

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>