Analysis of pharmaceutical assistance in SUS dispensing services in Sorriso-MT

Autores

  • R. G. Zampieron UFMT/CUS/FARMÁCIA
  • D. M. Gonçalves UFMT
  • H. A. Z. Biavatti

DOI:

https://doi.org/10.36560/1242019769

Palavras-chave:

pharmaceutical assistance, demand met, unmet demand

Resumo

This study analyzed the pharmacy assistance from Sorriso-MT through data collected in a local SUS dispensing service of medicines, as well as the attendance or not of the demand of the medicines. The method used was a descriptive, cross-sectional, descriptive exploratory study conducted from May to November 2015. Data were collected through questionnaires developed by the Ministry of Health for the National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines in Brazil, the reports from the computerized system, and the prescriptions and notes. In total, 31971 recipes were obtained, with an average of 3.3 prescription drugs, with 95.8% of prescriptions being medicines listed in REMUME. The demand was 94.31%. Of the total prescriptions, 73% were made by the generic name and 17.8% contained antibiotics. It can be observed that the lack of prescription was not enough and the municipality presented a good supply of medicines, positively influencing the quality of life and rational use of medicines.

Biografia do Autor

R. G. Zampieron, UFMT/CUS/FARMÁCIA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

CURSO DE FARMÃCIA

D. M. Gonçalves, UFMT

ICS 

FARMÃCIA

Referências

ARRAIS P.S.D., BRITO L.L., BARRETO M.L., COELHO H.L.L. Prevalência e fatores determinantes do consumo de medicamentos no Município de Fortaleza, Ceará, Brasil. Cad. Saúde Pública 2005; 21: 1737-46.

BASTOS J.L.D., DUQUIA R.P. Um dos delineamentos mais empregados em epidemiologia: estudo transversal. Scientia Medica, 2007; 17 (4): 229-32.

BORGES, L.M & SILVA E.V. Análise dos indicadores de prescrição médica em uma unidade de saúde de Anápolis-GO. Rev . Tempus Actas Saúde Colet. v.4, p.53-62, 2010.BRASIL. Portaria nº. 3.916, de 30 de outubro de 1998. Política Nacional de Medicamentos. Diário Oficial da União 1998; 10 nov. Acesso em: 02 jun. 2015.

BRASIL, Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Lei n. 9.787 de 10 de fevereiro de 1999. Altera a Lei n. 6.360 de 23 de setembro de 1976, que dispõe sobre a vigilância sanitária, estabelece o medicamento genérico, dispõe sobre a utilização de nomes genéricos em produtos farmacêuticos e dá outras providências. Diário Oficial da União, 11 fev 1999b

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria de nº 1.555, 30 DE JULHO DE 2013. Dispõe sobre as normas de financiamento e de execução do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Acesso em: 02 jun. 2015.

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria GM/MS n. 204, de 29 de janeiro de 2007. Regulamenta o financiamento e a transferência dos recursos federais para as ações e os serviços de saúde, na forma de blocos de financiamento, com o respectivo monitoramento e controle. Brasília. 2007. Acesso em: 02 jun. 2015.

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria n. 3.237, de 24 de dezembro de 2007. Aprova as normas de execução e de financiamento da assistência farmacêutica na atenção básica em saúde. Brasília. 2007b. Acesso em: 05 jun. 2015.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. A Assistência Farmacêutica no SUS. Brasília, 2011. Disponível em: Acesso em:03 de janeiro de 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana da Saúde, Organização Mundial da Saúde. Avaliação da assistência farmacêutica no Brasil: estrutura, processo e resultados. Brasília: Ministério da Saúde, 2005. p. 260.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 44 de 17 de agosto de 2009. Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácia e drogarias e dá outras providências.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei n. 5.991 de 17 de dezembro de 1973. Dispõe sobre o controle sanitário de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 19 dez 1973.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Assistência Farmacêutica na Atenção Básica: instruções técnicas para sua organização /Ministério da Saúde – 2.ed. – Brasília. 2006. 100 p.: il. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos). Acesso em: 07 jun. 2015.

BRASIL. Ministérioda Saúde. Formulário Terapêutico nacional Rename 2010. Brasília, 2010.Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/formulario_terapeutico_nacional_2010.pdf.Acesso em 21 de fevereiro de 2016.

BRASIL. Portaria 2.203 de 05 de novembro de 1996. Aprovar a NOB 01/96 que redefine o modelo de gestão do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 1996.

BRASIL. Portaria nº 1.555 de 30 de julho de 2013. Dispõe sobre as normas de financiamento e de execução do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília: Ministério da Saúde, 1998.

BRASIL. Resolução CNS no 338/2004. Aprova a Política Nacional de Assistência Farmacêutica. Acesso em: 10 jun. 2015

CAFSUS. Asistência Farmacêutica no Serviço Público: cartilha para gestores municipais. 1. ed. Curitiba: Conselho Regional de Farmácia do Estado do Paraná. Comissão de Assistência Farmcêutica no Serviço Público (CAFSUS), 2013.

CASTRO, C. G. S. O. Estudos de utilização de medicamentos: noções básicas. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2000.

CFF – CONSELHO FEDERAL DE FARMÃCIA. Revista: Experiências Exitosas de Farmacêuticos no SUS. Ed 1º. Publicada em 2013. Disponível em: http://www.cff.org.br/docs/exp_exitosas_01.pdf. Acesso em: 05 jun.2015.

CONASS - Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Assistência Farmacêutica no SUS. Brasília: CONASS, 2011, 186 p.(Coleção Para entender a gestão do SUS 2011, 7). Disponível em: www.conass.org.br/colecao2011/livro_7.pdf. Acesso em: 02 jun. 2015.

COSEMSGO. Questionário Responsável AF para a PNAUM. Disponível em:Acesso em 21 de fevereiro de 2016.

COSEMSGO. Questionário SMS para a PNAUM. Disponível em:Acesso em 21 de fevereiro de 2016.]

FERRAES, A.M.B. Política de medicamentos na atenção básica e a assistência farmacêutica no Paraná [Dissertação]. Londrina: Universidade Estadual de Londrina; 2002. Apud: PANIZ, et al. Acesso a medicamentos de uso contínuo em adultos e idosos nas regiões Sul e Nordeste do Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 24(2):267-280, fev, 2008.

GIROTTO, Edmarlon; SILVA, Poliana V. A prescrição de medicamentos em um município do Norte do Paraná. Revista Brasileira de Epidemiologia, Paraná. Rev. Bras. Epidemiol. v. 9, n. 2, p. 226-234, 2006.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA ESTATÃSTICAS. Informações Completas do Município [Internet]. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=510792&search=||infogr%E1ficos:-informa%E7%F5es-completas. Acesso em: 02 jun. 2016.

JURGERG, C.; HUMPHREYS, G. Brazil’s march towards universal coverage. Bulletin of the World Health Organization, Geneva, v. 88, n. 9, p. 646- 647, 2010.

MARAVAI, S. G; Avaliação das Atividades de Assistência Farmacêutica em uma Unidade Básica de Saúde do Município de Crisciúma – SC. 2010. p 20. Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação – UNESC.

MARCONDES, Nhara Soraya Paganella. A assistência farmacêutica básica e o uso de medicamentos na zona urbana do município de Ponta Grossa, Paraná: estudo de caso. 2002.

MARIN, N.; LUIZA, V. L.; CASTRO, C. G. S. O.; SANTOS, S. M. Assistência Farmacêutica para Gerentes Municipais. Rio de Janeiro: OPAS (Organização Panamericana de Saúde)/ OMS (Organização Mundial de Saúde), 2003. 373p.

MORTARI, C.; HENN, R. L.; PANIZ, V. M. V.; Avaliação dos indicadores de prescrição e dispensação de medicamentos no município de Feliz/RS. Rev. Bras. Farm. V. 95, n. 3, pág. 833 – 854, 2014.

OLIVEIRA, Luciane CF de; ASSIS, Marluce Maria Araújo; BARBONI, André René. Assistência farmacêutica no Sistema Único de Saúde: da política nacional de medicamentos à atenção básica à saúde. Cienc Saude Coletiva, v. 15, n. Supl 3, p. 3561-7, 2010.

OLIVEIRA, T. V. Caracterização da demanda dos receituários em uma farmácia regional no município de Sinop – MT. 2015. Pág. 36. Trabalho de Curso de Farmácia – Universidade Federal de Mato Grosso, Campus de Sinop

OPAS - Organização Pan-Americana da Saúde; Ministério da Saúde. Avaliação da assistência farmacêutica no Brasil: estrutura, processo e resultados. Brasília, DF, 2005.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Indicators for Monitoring National Drug Policies: a pratical manual. Geneva: WHO/EDM/PAR/99.3 World Health Organization, 1999, 226p.

ORGANIZACIÓN MUNDIAL DE LA SALUD - OMS. Como investigar el uso de Medicamentos en los Servicios de Salud. Ginebra, 1993

ORGANIZACIÓN MUNDIAL DE LA SALUD (OMS). Perspectivas políticas sobre medicamentos de la OMS. Ginebra, 2002. (Selección de Medicamentos Esenciales, n.4). Disponível em: http://whqlibdoc.who.int/hq/2002/WHO_EDM_2002.2_spa.pdf. Acesso em 05 jun. 2015.

PERIN, E. R. Plano Municipal de Assistência Farmacêutica – Prefeitura Municipal de Sorriso-MT. Secretaria de Saúde e Saneamento. Publicado em: 2013.

PORTAL BRASIL. Notícias sobre saúde. Investimento do Ministério da saúde no ano de 2013. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/saude/2013. Acesso em: 08 jun. 2015.

SANTOS V, Nitrini SMOO. Indicadores do uso de medicamentos prescritos e de assistência ao paciente de serviços de saúde. Rev Saúde Pública, 2004; 38(6): 819-26

SEVERINO, Juliana Maria. Avaliação da assistência farmacêutica do município de Mombaça-CE. R. Bras. Farm. Hosp. Serv. Saúde São Paulo, p. 15-20.

SOUZA, Juliana Medeiros de et al. Avaliação dos indicadores de prescrição e da demanda atendida de medicamentos no Sistema Único de Saúde de um município do Sul do Estado de Santa Catarina. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, v. 33, n. 1, p. 107-113, 2012.

TAVARES, Geruza Rios Pessanha. et. al. Planejamento estratégico como ferramenta para melhoria da gestão da assistência farmacêutica. In: III CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 3, 2010, Brasília.

VIEIRA, F. S. Financiamento da assistência farmacêutica no sistema único de saúde. Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo Jan/Mar, v. 22, n. 1, 2013.

VIEIRA, F. S. Qualificação dos serviços farmacêuticos no Brasil: aspectos inconclusos da agenda do Sistema Único de Saúde. Revista Panamericana de Salud Pública, Washington, DC, v. 24, n. 2, p. 91-100, 2008.

VIEIRA, F.S. Assistência farmacêutica no sistema público de saúde. Revista Panamericana de Salud Pública, v. 27 (2), p. 149-56. 2010.

WHO Collaborating Centre for Drug Statistics Methodology, Guidelines for ATC classification and DDD assignment 2015. Oslo, 2014.

Downloads

Publicado

2019-08-04

Como Citar

Zampieron, R. G., Gonçalves, D. M., & Biavatti, H. A. Z. (2019). Analysis of pharmaceutical assistance in SUS dispensing services in Sorriso-MT. Scientific Electronic Archives, 12(4), 91–101. https://doi.org/10.36560/1242019769

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)