Quality of the sleep of truck drivers that travel in the region of the extreme-west of Santa Catarina

Autores

  • S. F. Cetolin Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • R. Silva Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • G. C. M. Berber Universidade Federal de Mato Grosso - Campus de Sinop
  • J. M. Joris Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • J. A. Steffani Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • A. M. M. Moser Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

DOI:

https://doi.org/10.36560/1232019900

Palavras-chave:

Sleep quality, Truck drivers, Traffic-accidents

Resumo

This study aimed to perform a subjective evaluation of the sleep quality of truck drivers in the extreme western region of Santa Catarina. For this purpose, a questionnaire was used to evaluate the participants' profile and two other questionnaires to measure the degree of sleepiness (Epworth Scale) and Pittsburgh sleep quality index. The sample consisted of 179 truck drivers, all of them male, aged between 21 and 65 years; 77.65% married and 22.34% single; 72.6% have children, with an average of two children per participant. As for the professional profile, 75.9% of the interviewees work as wage earners and 24.1% as freelancers. The type of route covered, in most cases, is long distance, representing 66%, and 34% being short distance routes. Regarding the educational level, 53.5% of the participants have elementary education; 42.4% high school and 3.9% were graduates. Overweight or obesity was identified in 59.80% of the interviewees. About sleep quality, 22.5% reported sleeping less than 5 hours daily; 35.1% from 5h to 6h; 29.0% from 6h to 7h; 12.8% sleep more than 7 hours. On the Epworth Sleepiness Scale, 67.0% presented no sleepiness; 27.3% presented mild degree of somnolence; 5.5% had moderate degree of somnolence. Regarding the Pittsburgh Sleep Quality Index, it was verified that 55.8% presented subjective poor sleep quality. The results suggested that lifestyle and poor habits can negatively influence the health of these professionals.

Biografia do Autor

S. F. Cetolin, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Doutora em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS); Mestre em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI); Especialista em Saúde Coletiva pela Universidade do Oeste de Santa Catarina em parceria com a Universidade Estadual de Londrina (Unoesc/Uel); Graduada em Serviço Social pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Graduada em Psicologia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Professora no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biociências e Saúde (PPGBS) e membro do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). 

R. Silva, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Graduação em Enfermagem (Unoesc), mestranda em Biociências e Saúde (Unoesc).

J. M. Joris, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Graduação em Enfermagem (Unoesc).

J. A. Steffani, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Doutor em Ergonomia/Morfofisiologia Humana (UFSC)

Coordenador do Prog. de Pós- Grad. em Biociências e Saúde (Unoesc)

A. M. M. Moser, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Graduação em Enfermagem, especialização em Saúde Coletiva, mestrado em Saúde Coletiva (Unoesc)

Referências

CANANI, Simone Fagundes; BARRETO, Sérgio Saldanha Menna. Sonolência e acidentes automobilísticos.Jornal de Pneumologia. 2001, vol.27, n.2, pp. 94-96.

CARDOSO, Hígor Chagas; BUENO, Fernanda Carla de Castro; MATA, Jaqueline Cardoso da;ALVES, Ana Paula Rodrigues;JOCHIMS, Isadora;FILHO, Ivan Henrique Ranulfo Vaz;HANNA, Marcelo Michel. Avaliação da qualidade do sono em estudantes de Medicina. Rev. bras. educ. med. [online]. 2009, vol.33, n.3, pp. 349-355. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbem/v33n3/05.pdf Acesso em 30 de out. de 2012.

CAVAGIONI, Luciane Cesira ; PIERIN, Angela Maria Geraldo. Hypertension and obesity among professional drivers who work transporting loads. Acta paul. enferm. [online]. 2010, vol.23, n.4, pp. 455-460.

FERREIRA, Sérgio de Souza; ALVAREZ, Denise. Organização do trabalho e comprometimento da saúde: um estudo em caminhoneiros. Revista Sistemas e gestão Vol. 8, Número 1, 2013, pp. 58-66.

JORA, Natália Priolli;MAGALHÃES, Thaís Roberto;DOMINGOS, Josélia Benedita Carneiro; PILLON, Sandra Cristina. Campanha saúde na estrada: avaliação do padrão de consumo de álcool e do estresse. Revista Eletrônica de Enfermagem [Internet]. 2010;12(1):37-46. Disponível em < http://www.fen.ufg.br/revista/v12/n1/v12n1a05.htm> Acesso em 24 de out. de 2012.

JORGE, Maria Helena P. de; KOIZUMI, Maria Sumie. Acidentes de trânsito no Brasil: um atlas de sua distribuição / Traffic accidents in Brazil: a distribution map. São Paulo; ABRAMET; 2007. 192 p. graf, tab, mapas.

LIMA, Mário Sérgio. Sono provoca até 32% dos acidentes de trânsito. Agência Estadão. 2008. Disponível em < http://www.estadao.com.br/noticias/geral,sono-provoca-ate-32-dos-acidentes-de-transito,133195,0.htm >Acesso em 02 de mai. de 2013.

MASSON, Valéria Aparecida; MONTEIRO, Maria Inês. Estilo de vida, aspectos de saúde e trabalho de motoristas de caminhão. Rev. bras. enferm. [online]. 2010, vol.63, n.4. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/reben/v63n4/06.pdf> Acesso em 04 de Out. de 2012.

PENTEADO, Regina Zanella; GONCALVES, Claudia Giglio de Oliveira; COSTA, Daniele Damaris da; MARQUES, Jair Mendes. Trabalho e saúde em motoristas de caminhão no interior de São Paulo. Saude soc. [online]. 2008, vol.17, n.4, pp. 35-45. ISSN 0104-1290. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v17n4/05.pdf > Acesso em 17 de out. de 2012.

PEREIRA, Caroline Aquino; SALLES, Glauce Cristina Silva; PASSOS, Joanir Pereira. As condições de trabalho e sua relação com a saúde dos trabalhadores condutores de transporte. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental. online 2010. out/dez. 2(Ed. Supl.):904-907

RESENDE, Paulo Tarso Vilela; SOUZA, Paulo Renato de ; CERQUEIRA, Paulo Rodrigues. Hábitos de vida e segurança dos caminhoneiros brasileiros.2010. Disponível em < http://www.simpoi.fgvsp.br/arquivo/2010/artigos/E2010_T00259_PCN31310.pdf > Acesso em 08 de mai. de 2013.

SOUZA, José Carlos; PAIVA, Teresa; REIMAO, Rubens. Sono, qualidade de vida e acidentes em caminhoneiros brasileiros e portugueses. Psicol. estud. [online]. 2008, vol.13, n.3, pp. 429-436.

SOUZA, José Carlos; REIMAO, Rubens. Epidemiologia da insônia. Psicol. estud. [online]. 2004, vol.9, n.1, pp. 3-7.

TREVISOL, Daisson José; BOHM, Richard Lemos; VINHOLES, Daniele Botelho Perfil epidemiológico dos pacientes vítimas de acidentes de trânsito atendidos no serviço de emergência do Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão, Santa Catarina. Revista Scientia Medica (Porto Alegre) 2012; volume 22, número 3, p. 148-152.

TUFIK, Sérgio. Medicina e biologia do sono. Barueri, SP: Manole, 2008. 483 p.

WAISELFISZ, Julio Jacobo. Mapa da Violência 2012. Os novos padrões da violência homicida no Brasil. São Paulo, Instituto Sangari, 2012. Disponível em < http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2012/mapa2012_transito.pdf > Acesso em 08 de mai de 2013.

Downloads

Publicado

2019-06-01

Como Citar

Cetolin, S. F., Silva, R., Berber, G. C. M., Joris, J. M., Steffani, J. A., & Moser, A. M. M. (2019). Quality of the sleep of truck drivers that travel in the region of the extreme-west of Santa Catarina. Scientific Electronic Archives, 12(3), 95–100. https://doi.org/10.36560/1232019900

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>