Phenology associated with degree days for bean - cowpea cultivar BR-17 Gurguéia: A literature review

Autores

  • O. P. Lopes-Sobrinho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano). http://orcid.org/0000-0002-4632-695X
  • M. G. Carvalho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA).
  • C. V. Silva-Santana Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA).
  • S. M. P. Oliveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).
  • G. S. Silva Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).
  • J. C. Medeiros Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).
  • Á. I. S. Pereira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA). http://orcid.org/0000-0001-5415-9701
  • G. G. Tavares Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).
  • J. A. B. Soares Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).
  • L. F. Gomes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

DOI:

https://doi.org/10.36560/1262019912

Palavras-chave:

Thermal requirements, growth stages, Vigna unguiculata (L.) Walp.

Resumo

Cowpea (Vigna unguiculata (L.) Walp.) is a culture that plays an important role in agricultural production of Brazilian states. While the culture is well researched, when referring to stages of development are little studies about. Therefore, the identification of phenological stages of crops is very important to facilitate the adoption of best management strategies to better yields and profitability. The objective of this review describe the phenological stages of cowpea cv. BR 17 - Gurguéia relating the number of degree-days (GDD) for each stage of development, indicating pests and diseases that can affect the crop. The phenology of plants has the remarkable characteristic the fact that the GDD is independent of the time and the planting site. Research has shown a greater adaptation of the cycle of some crops to GDD than the number of calendar days, and can estimate more easily cycle time, as well as establish the planting season due to the most appropriate time to harvest. The cultivar BR-17 Gurguéia has at least nine vegetative and reproductive stages having the lowest cumulative thermal demand stage V1 and reproductive stages require a greater number of degree-days compared to vegetative.

Biografia do Autor

O. P. Lopes-Sobrinho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

Mestrando em Ciências Agrárias - Agronomia com área de concentração em Produção Vegetal Sustentável no Cerrado e a Linha de Pesquisa em Tecnologias Sustentáveis em Sistemas de Produção e Uso do Solo e Ãgua pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano) (Conceito 5 pela CAPES). Especializando em Saneamento e Saúde Ambiental Rural (SanRural) pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Engenheiro Agrônomo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA). Técnico em Agropecuária pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA). Integrante do Grupo de Pesquisa cadastrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em Alimentos, Química, Agronomia e Recursos Hídricos (AQARH). Revisor de Periódicos: International Journal of Environment and Waste Management (IJEWM), Engenharia na Agricultura (REVENG), Revista Mundi Engenharia, Tecnologia e Gestão (RMETG), Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável (RVADS), Revista em Agronegócio e Meio Ambiente (RAMA), Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas (BIOENG), Irriga (IRRIGA) e Acta Tecnológica (ACTA). Membro do Conselho Consultivo da Revista PUBVET. Desenvolve pesquisas na área de Agronomia, com ênfase em Engenharia de Ãgua e Solo, Ciência do Solo, Fitotecnia, Ciência dos Alimentos e Ciências Ambientais.

M. G. Carvalho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA).

Possui Graduação em Agronomia pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Mestrado em Agronomia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Atualmente é Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA). 

C. V. Silva-Santana, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA).

Engenheira Agrônoma pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Mestra em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Semi-Ãrido (UFERSA) e Doutora em Agronomia (Grande área: Agricultura tropical, área de concentração: Fitopatologia) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Atuana área de doenças em plantas cultivadas com experiência em fitopatógenos radiculares. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA). Atuando nas seguintes áreas: Fitopatologia, Microbiologia Agrícola, Floricultura, Paisagismo e Jardinagem, Agroecologia e Agricultura Familiar.

S. M. P. Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestranda em Ciências Agrárias - Agronomia do Instituto Federal Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

G. S. Silva, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Doutoranda em Engenharia Agrícola com área de concentração em Agricultura Irrigada e Recursos Hídricos pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Mestra em Solos e Qualidade de Ecossistemas com área de concentração em Manejo e Qualidade de Ecossistemas pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Tecnóloga em Irrigação e Drenagem pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Iguatu (IFCE). Atua principalmente nas seguintes áreas: Irrigação e Drenagem, Manejo e Conservação de Ãgua e Solo, Manejo de Bacias Hidrográficas, Qualidade de Ãgua, Geoquímica Ambiental e Extensão. Possui experiência em Laboratório de Análises de Ãgua e Solos e Tecidos Vegetais.

J. C. Medeiros, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Estadual de Montes Claros UNIMONTES. Com experiência na área de Fitotecnia, subárea Grandes Culturas no desenvolvimento de trabalhos ligados ao melhoramento e fitotecnia do feijoeiro no Norte de Minas Gerais (Estagiário de Iniciação Cientifica durante quatro anos - BIC-UNI). Experiencia nos processos de controle de qualidade, produção, beneficamente (UBS), análise fisiológica e comercialização de sementes de milho e sorgo híbridos (Estágio Curricular - Empresa Helix Sementes - grupo Agroceres). Atuou como Assistente de Produção na ADVANTA SEEDS (grupo UPL) no acompanhamento de atividades relacionadas ao Supply Chain com ênfase nos processos de colheita, beneficiamento (UBS) e expedição de sementes milho híbrido, visando garantia da qualidade fisiológica e o cumprimento de metas. Atualmente mestrando em Ciências Agrarias - Agronomia na área de Fisiologia, bioquímica e pós-colheita de produtos vegetais, pelo Instituto Federal Goiano (IF Goiano)/Campus Rio Verde. Faz parte do grupo de pesquisa Fisiologia e tecnologia de sementes do IF Goiano.

Á. I. S. Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Codó (IFMA).

Doutor em Engenharia e Ciência de Alimentos com área de concentração em Ciência e Tecnologia de Alimentos e Linha de Pesquisa em Microbiologia e Bioprocessos pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), MBA em Gestão de Ensino de Ciências, Tecnologia e Inovação pela Faculdade Integrada Metropolitana de Campinas (IBTA), Mestre em Química, Especialista em Informática na Educação e Graduado em Licenciatura Plena em Química todos pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA). Consultor Ad Hoc (FAPEMA/PATRONAGE). Orientador, Coorientador e Membro de Projetos de Iniciação Científica e Pesquisa (PIBIC), do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) de Ensino Superior e Médio, além de Coordenação em Projeto Institucional. Líder do Grupo de Pesquisa cadastrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em Alimentos, Química, Agronomia e Recursos Hídricos (AQARH) e Membro dos Grupos de Pesquisa: Química, Meio Ambiente e Ensino de Ciências (QMAEC); Núcleo Autônomo de Ações Sustentáveis em Química Analítica, Alimentos e Ãgua (NASQA). Compõe o Banco de Avaliadores do Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) e o Quadro de Avaliadores do Comitê Científico na área de Ciências Agrárias do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA). Tem experiência nas áreas Ciências Exatas e da Terra, Ciências Agrárias, Interdisciplinar, Ciência, Cultura e Tecnologia, com ênfase em Práticas Educativas voltadas a Educação Profissional e Tecnológica, com abordagens nos espaços formais e não formais e Orientações e Coorientações em Trabalhos de Conclusão de Cursos (TCC) e Dissertações de Mestrado. Atuando na área de Educação à Distância, Diversidade e Inclusão da Educação do Campo. Possui autoria de livros nas áreas de Educação, Química e Tecnologia em Alimentos. Parecerista revisor de periódicos: Revista de Educação, Tecnologia e Cultura (ETC), Revista Ciência, Tecnologia e Humanidades (CIENTEC), Revista Práxis (PRÃXIS), Revista Brasileira de Informática na Educação (RBIE), Acta Tecnológica (ACTA), Revista Cubana de Plantas Medicinales (RCPM) e Engenharia na Agricultura (REVENG). Atualmente faz parte do Corpo de Docentes Permanentes do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) ofertado em Rede Nacional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).

G. G. Tavares, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

Mestranda em ciências agrárias e graduada em Agronomia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Campus Rio Verde, com experiência na área de nutrição de plantas, trabalhando com produção de mudas espécies frutíferas nativas do cerrado utilizando substratos alternativos de resíduos de cana e atualmente trabalhando com microbiologia agricola e fisiologia Vegetal pesquisando sobre o déficit hídrico de plantas de soja inoculadas com fungos micorrizicos arbusculares.

J. A. B. Soares, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

Graduada em Engenharia Agrícola pela a Universidade Estadual de Goiás, UEG - GO (2018). Ãreas de interesse e pesquisa são na utilização de geotecnologias no estudo de bacias hidrográficas, disponibilidade hídrica, uso e ocupação do solo, variáveis biofísicas da vegetação, e aplicação e formulação de fertilizantes organomineral para produção agrícola. Mestranda em Ciências Agrárias - Agronomia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

L. F. Gomes, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde (IF Goiano).

Graduado em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Goiás, UEG - GO (2015). Mestrando em Ciências Agrárias - Agronomia e Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia Aplicada e Sustentabilidade - PPGEAS pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (Campus Rio Verde - GO). Atuando na linha de pesquisa em Eficiência Energética e Sustentabilidade. Interesse em pesquisa na aplicação de geotecnologias no estudo de uso e cobertura do solo, aplicação de sensoriamento remoto e Sistemas de Informações Geográficas (SIG) na gestão da irrigação e necessidades hídricas de culturas agrícolas

Referências

ANDRADE, F. N. ROCHA, M. M.; GOMES, R. L. F.; FREIRE FILHO, F. R.; RAMOS, S. R. R. Estimativas de parâmetros genéticos em genótipos de feijão-caupi avaliados para feijão fresco. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 2, p. 253-258, 2010.

ARAÚJO, J. P.; RIOS, G. P.; WATT, E. E.; NEVES, B. P.; FAGEIRA, N. K.; OLIVEIRA, I. P.; GUIMARÃES, C. M.; SILVEIRA FILHO, A. Cultura do caupi; Vigna unguiculata (L.) Walp. descrição e recomendações técnicas de cultivo. Goiânia: EMBRAPA-CNPAF, 1984. 82p. Circular Técnica, 18.

ARNOLD, C. Y. The determination and significance of the base temperature in a linear heat unit system. Proceedings of the American Society for Horticultural Science, v. 74, p. 430- 445, 1959.

BENNET, J. P.; ADAMS, M. W.; BURG, C. Podyiel component variation and intercorrelation in Phaseulos vulgaris L. as affected by plant density. Crop Science, Madison, v. 17, p. 73-74, 1977.

BEZERRA, A. A. C.; ALCÂNTARA NETO, F. A. C.; MAGGIONI, K. Comportamento morfoagronômico de feijão-caupi, cv. BRS Guariba sob diferentes densidades de plantas. Revista de Ciências Agrárias, v. 55, n. 3, p. 184-189, 2012.

CÂMARA, G. M. S. Como a planta de soja se desenvolve. Arquivo do Agrônomo. n. 11, p.1- 21, 1997. Trad. D. Richie, S. W.; Hanway, J. J.; Thompson, H. E.; Benson, G. O.

CAMPOS, F. L.; FREIRE FILHO, F. R.; LOPES, A. C. A.; RIBEIRO, V. Q.; SILVA, R. Q. B.; ROCHA, M. R. Ciclo fenológico em caupi (Vigna unguiculata L. Walp): uma proposta de escala de desenvolvimento. Revista Científica Rural, v. 1, n. 2, p.110-116, 2000.

CARDOSO, M. J.; MELO, F. de B.; ANDRADE JÚNIOR, A. S.; LIMA, M. G. Clima e aspectos de plantio. In: CARDOSO, M. J. (Org.). A cultura do feijão-caupi no meio-norte do Brasil. Teresina: Embrapa Meio-Norte, 2000. p. 49-88.

CARDOSO, M. J.; SOARES JÚNIOR, A.; BASTOS, E. A. Graus-dia na determinação do ciclo de variedades de milho. XII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia. III Reunião Latino-America de Agrometeorologia. Fortaleza- CE, Anais... v.II, p. 631, 2001.

CRAUFURD, P. Q.; ELLIS, R. H.; SUMMERFIELD, R. J.; MENIN, L. Development in cowpea (Vigna unguiculata) I. The influence of temperature on seed germination and seedling emergence. Experimental Agriculture, v.32, p.1- 12, 1996.

CRAUFURD, P. Q.; SUMMERFIELD, R. J.; ELLIS, R. H.; ROBERTS, E. H. Development in cowpea (Vigna unguiculata). III. Effect of temperatura and photoperiod on time flowering in photoperio-sensitive genotypes and screening for photothermal responses. Experimental Agriculture, v. 32, p. 29-40, 1996.

DOURADO-NETO, D.; TERUEL, D.A.; REICHARDT, K.; NIELSEN, D.R.; FRIZZONE,

J.A.; BACCHI, O.O.S. Principles of crop modeling and simulation. I. Uses of mathematical models in agricultural science. Scientia Agrícola, v. 55, p. 46-50, 1998.

DUTRA, A. F.; MELO, A. S.; FILGUEIRAS, L. M. B.; SILVA, A. R. F.; OLIVEIRA, I. M.; BRITO, M. E. B. Parâmetros fisiológicos e componentes de produção de feijão-caupi cultivado sob deficiência hídrica. Agrária, v. 10, p. 189-197, 2015.

EHLERS, J. D.; HALL, A. E. Cowpea (Vigna unguiculata L. Walp). Field Crops Resecarch. V.53, p.187-204, 1997.

ELLIS, R. H.; LAWER, R. J.; SUMMERFILELD, R. J.; ROBERTS, E. H.; CHAY, P. M.; BROUWER, J. B.; ROSE, J. L.; YEATES, S. J. Towards the realiable prediction on time to flowering in six annual crops. III. Cowpea (Vigna unguiculata). Experimental Agriculture, v. 30, p.17-29, 1994.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÃRIA - EMBRAPA Arroz e Feijão. Dados conjunturais da produção de feijão comum (Phaseolus vulgaris L.) e caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.) no Brasil (1985 a 2015): área, produção e rendimento. Santo Antônio de Goiás. 2016. Disponível em:

<http://www.cnpaf.embrapa.br/socioeconomia/ind ex.htm>. Acesso em: 05 de janeiro de 2019.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÃRIA – EMBRAPA Arroz e Feijão. Conhecendo a fenologia do feijoeiro e seus aspectos fitotécnicos / Márcia Gonzaga de Castro Oliveira et al. – Brasília, DF: Embrapa, 2018.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÃRIA – EMBRAPA. BR 17-Gurguéia. Embrapa Meio Norte, Teresina, PI. 1998. (Folder Divulgação).

FAO (2015). FAOSTAT. Crops. Cowpeas dry. Disponível em:

http://www.fao.org/faostat/en/#data/QC/visualize. Acesso em 05 de fevereiro de 2019.

FERNANDES, C. F.; SOUZA, F. F.; RAMALHO, A. R. Doenças do feijoeiro-comum em Rondônia. Porto Velho: Embrapa Rondônia, Recomendação Técnica, 93, 2005.

FREIRE FILHO, F. R. Origem, evolução e domesticação do caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.). In: ARAÚJO, J. P. P. de; WATT, E. E. (Org.). O caupi no Brasil. Goiânia: Embrapa- CNPAF; Ibadan: IITA, 1988b. p. 25-46.

FREIRE FILHO, F. R.; RIBEIRO, V. Q.; ROCHA, M. M.; LOPES, A. C. A. Adaptabilidade e estabilidade produtiva de feijão-caupi. Ciência Rural, v. 35, p. 24-30, 2005a.

FREIRE FILHO, F. R.; SANTOS, A. A.; CARDOSO, M. J.; SILVA, P. H. S. S.; RIBEIRO, V. Q. BR 17 – Gurguéia: Nova cultivar de caupi com resistência a vírus para o Piauí. Teresina: Embrapa – CPAMN, 1994. 6p. (EMBRAPA- CPAMN). Comunicado Técnico, 61.

FROTA, K. M. G.; SOARES, R. A. M.; ARÊAS, J. A. G. Composição química do feijão caupi (Vigna unguiculata L. Walp), cultivar BRS Milênio. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 28, n. 2, p. 470-476, 2008.

HERBET, S. J.; BAGGERMAN, F. D. Cowpea responde to row with density and irrigation. Agronomy Jornal, Madison, v. 75, p. 82-86, 1983.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. 2014. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/lspa/default.shtm. Acesso em: 05 de jan. de 2019.

JALLOW, AT.; FERGUSON, T.U. Effects of planting density and cultivar on seed yied at cowpea (Vigna unguiculata (L.) Walp.) in Trinidade. Tropical Agriculture, Cambridge, v. 16, p. 201-204, 1985.

LARSEN, R. U.; PERSSON, L. Modelling flower development in greenhouse chrysanthemum cultivars in relation to temperature and response group. Scientia Horticulturae, Amsterdam, v. 80, n. 1, p. 73-89, 1999.

MAFRA, R. C. Contribuição do estudo do “feijão massacar†fisiologia: fisiologia, ecologia e tecnologia de produção. Curso de treinamento para pesquisadores de feijão-caupi. Goiânia. Assuntos abordados. Goiânia, GO: Embrapa-CNPAF/IITA, 1979. p. 01-39.

MARINHO, J. T. S. EMBRAPA Acre. Caracterização de cultivares de feijão-caupi em plantios no Acre. José Tadeu de Souza Marinho, Rita de Cássia Alves Pereira, João Gomes da Costa. – Rio Branco: EMBRAPA Acre, Boletim de Pesquisa, 2001.

MELO, F. de B.; ITALIANO. E. C.; CARDOSO, M.J. Influência da saturação de alumínio e níveis de fósforo na produção de feijão macassar (Vigna unguiculata (L.) Walp.). In: Seminário de Pesquisa Agropecuária do Piauí, 5, Teresina, 1988. Anais... Teresina: EMBRAPA/UEPAE de Teresina, 1988. p.61 65.

MENDONÇA, C. A.; BARROSO NETO, A. M.; BERTINI, C. H. C. M.; AMORIM, M. Q.; ARAUJO, L. B. R. Caracterização fenológica associada a graus-dia em genótipos de feijão-caupi para produção de grãos verdes. Enciclopédia Biosfera, v. 11, p. 845-493, 2015.

MIRANDA, R. A.; PEIXOTO, N.; SILVA, E. C.; PORTAL, R. K. V. P.; SOUZA, A. D. V. Caracterização fenológica de linhagens de feijão- vagem. In: III Mostra Científica, 2017, Urutaí. IX Semana de Ciências Agrárias, VI Semana de Tecnologia em Alimentos e III Mostra Científica, Anais... 2017.

MOURA, J. Z. Fenologia, exigências térmicas e determinação do nível de controle de insetos desfolhador na cultura de feijão-caupi BR 17- Gurguéia. Programa de Pós-Graduação em Agronomia do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Piauí - Mestrado em Agronomia, área de concentração: Produção Vegetal. 2007. 110p.

MOURA, J. Z.; PÃDUA, L. E. M.; GONÇALVES, M. S.; TORRES, S. J.; SILVA, R. M. P. Escala de desenvolvimento fenológico e exigência térmica associada a graus–dia do feijão-caupi. Revista Caatinga, Mossoró, v. 25, n. 3, p. 66-71, 2012.

OLIVEIRA, I. P.; CARVALHO, A. M. A cultura do caupi nas condições dos trópicos úmidos e semi- árido no Brasil. Goiânia, EMBRAPA – CNPAF, 1987, 18p.

OMETTO, J. C. Bioclimatologia vegetal. São Paulo: Agronômica Ceres, 440 p. 1981.

PASCALE, A. J.; DAMARIO, E. A. Bioclimatologia agrícola y agroclimatologia. Buenos Aires: Universidade de Buenos Aires, 2004. 550 p.

PEREIRA, C. R. Análise do crescimento e desenvolvimento da cultura de soja sob diferentes condições ambientais. Viçosa, 2002. 282 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Viçosa.

PEZZOPANE, J. R. M.; PEDRO JUNIOR, M. J.; CAMARGO, M. B. P.; FAZUOLI, L. C. Exigência térmica do café arábica cv. Mundo Novo no subperíodo florescimento-colheita. Ciência e Agrotecnologia, v. 32, n. 6, p. 1781-1786, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S1413705420080006000 16.

RACHIE, K. O. In: SINGH, S. H.; RACHE, K. O. Cowpea, research, production and utilization. (ed.) JonWiley, Chichester, U.K. p.21-28. 1985.

SANTOS, A. A.; FREIRE FILHO, F. R. Genótipos de caupi com resistência de campo ao vírus do mosaico dourado do caupi. In: Seminário de Pesquisa Agropecuária do Piauí, 4, 1976, Teresina, PI, Anais... Teresina, EMBRAPA, 1987. p.191-203.

SEVERINO, L. S, AULD, D. L. Study on the effect of air temperature on seed development and determination of the base temperature for seed growth in castor (Ricinus communis L.). Australian Journal of Crop Science, v. 8, n. 2, p. 290-295, 2014.

SILVA, J. A. L.; NEVES, J. A. Componentes de produção e suas correlações em genótipos de feijão-caupi em cultivo de sequeiro e irrigado. Revista Ciência Agronômica, v. 42, n. 1, p. 702-713. 2011.

SILVA, P. H. S; CARNEIRO. J. S.; QUINDARÉ, M. A. W. Pragas. In: FREIRE FILHO, F. R.; LIMA, J. A. A.; RIBEIRO, V. Q. (Ed.). Feijão-caupi: avanços tecnológicos. Brasília-DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2005. p. 369-400.

SILVA, R. R.; GONÇALVES, I. S.; OLIVEIRA, G. M.; LEITAO, M. M. V. B. R.; SANTIAGO, E. J. P.; PEREIRA, A. V. A. Caracterização fenológica associada a graus-dia em genótipos de feijão- caupi para o Submédio do Vale do São Francisco. In: IV Inovagri International Meeeting, XXVI CONIRD - Congresso Brasileiro de Irrigação e Drenagem e III SBS - Simpósio Brasileiro de Salinidade, 2017, Fortaleza. IV Inovagri International Meeeting, Anais... 2017.

SINGH, B. B.; EHLERS, J. D.; SHARMA, B.; FREIRE FILHO, F. R. Recent progress in cowpea breeding. In: FATOKUN, C. A.; TARAWALI, S. A.; SINGH, B. B.; KORMAWA, P. M.; TAMÃ’, M. Challenges and oportunities for enhancing sustainable cowpea production. Ibadan: IITA, 2002. 433p.

SOBRINHO, C. A.; BELMINO, C. S. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA Meio Norte. Ãrvore do conhecimento feijão- caupi. Candido Athayde Sobrinho; Claudia Sponholz Belmino, Teresina, PI: Embrapa, 2008.

SOUZA, L. S. B.; MOURA, M. S. B.; SILVA, T. G. F.; SOARES, J. M.; BRANDÃO, E. O. Caracterização térmica do feijão-caupi e do milho em sistema de plantio consorciado nas condições do Semiárido Nordestino. In: II Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Semiárido, 2007, Embrapa Semiárido. Anais... da II Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Semiárido, 2007.

SOUZA, P. R. Alguns aspectos de influência do clima e temperatura sobre a cultura do arroz irrigado no sul do Brasil. Lavoura Arrozeira, Porto Alegre, v. 43, n. 389, p. 9-22, 1990.

VIEIRA JÚNIOR, J. R.; FERNANDES, C. F.; ROCHA, R. B.; RAMALHO, A. R.; MARCOLAN, A. L.; GUEDES, M. L. O.; REIS, N. D.; SILVA, D. S. G. Ocorrência da ferrugem (Phakopsora jatrophicola) em pinhão manso (Jatropha curcas L.) no estado de Rondônia. Porto Velho, RO: Embrapa Rondônia. Comunicado Técnico, 341. 2009.

YAN, Q.; HUNT, L.A. An equation for modelling the temperature response of plants using only the cardinal temperatures. Annals of Botany, v.84, n.5, p.607-614, 1999.

YANG, S.; LOGAN, J. COFFEY, D. Mathematical formulae for calculating the base temperature for growing degree-days. Agricultural and Forest Meteorology, Amsterdam, v. 74, n. 1/2, p. 61-74, 1995.

Downloads

Publicado

2019-12-02

Como Citar

Lopes-Sobrinho, O. P., Carvalho, M. G., Silva-Santana, C. V., Oliveira, S. M. P., Silva, G. S., Medeiros, J. C., Pereira, Á. I. S., Tavares, G. G., Soares, J. A. B., & Gomes, L. F. (2019). Phenology associated with degree days for bean - cowpea cultivar BR-17 Gurguéia: A literature review. Scientific Electronic Archives, 12(6), 29–36. https://doi.org/10.36560/1262019912

Edição

Seção

Agricultural Science

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)