Agricultural activity: Legal Amazon: Ambiental degradation

S. C. O. Domingues, I. C. O. Silva, J. S. Santos, O. M. Yamashita, M. A. C. Carvalho

Resumo


Urban sprawl, agricultural and livestock sprawl, are the main activities involved in economic development in the Midwest and Northern regions of Brazil and are directly associated with the conversion of native vegetation areas to pasture formation and agricultural production. The objective of this work was to carry out a review research regarding the deforestation arc due to the pressure of the agricultural borders. Information about the production systems in the Arc of Deforestation was collected through bibliographic references and web graphics. From 1988 to 2018, 13.72% of forest cover occurred, which lost natural forest areas, mainly due to the implementation of agricultural and urban expansion activities in the Midwest and Northern regions of Brazil. Regarding production areas, observe all states that are part of the deforestation arc. It requires the adoption of measures aimed at environmentally sound production, trying to combine the conservation of the Amazon Forest's natural resources with agricultural production.


Palavras-chave


Agricultural activity; Legal Amazon; Ambiental degradation

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, C.A.; VALERIANO, D.M.; ESCADA, M. I.S.; RENNÓ, C.D. Estimativa de área de vegetação secundária na Amazônia Legal Brasileira. Acta Amazonica, 40(2): 289–302, 2010.

ALVES, D. Space-time dynamics of the deforestation in brazilian Amazonia. International Journal of Remote Sensing, 23(14): 2903-2908, 2002.

AMARAL, W.; SMERALDI, R. Relação entre cultivo de soja e desmatamento: compreendendo a dinâmica. São Paulo: GTF. 12p. 2010.

BARRETO, P.; SOUZA JÚNIOR, C.; NOGUERÓN, R. ANDERSON A.; SALOMÃO R.; WILE J. Human Pressure in the Brazilian Amazon. Belém: IMAZON, 86p. 2005.

BISPO, L.G.; PIMENTEL, G.A. Agricultura na Amazônia Legal e sua relação com o desmatamento: uma análise a partir dos censos demográficos e agropecuários de 1996 e 2006. Revista de Administração de Roraima-UFRR, 7(2): 245-267, 2017.

CANTO, O.; VASCONCELLOS SOBRINHO, M.; VASCONCELLOS, A. M.A.; NOVAES, T.; ABREU, A.; SOARES, D.A.S. Conflitos socioambientais e gestão do território em unidades de conservação da zona costeira do estado do Pará-Amazônia-Brasil. In: SILVA, C. N.; OLIVEIRA NETO, A. C.; SOBREIRO FILHO, J. (Org.). Perspectivas e análises do espaço geográfico: dinâmicas ambientais e uso dos recursos naturais. Belém: GAPTA-UFPA, p. 93, 2018.

CARVALHO, T.S.; DOMINGUES, E.P. Projeção de um cenário econômico e de desmatamento para a Amazônia Legal brasileira entre 2006 e 2030. Nova Economia, 26(2): 585-621, 2016.

CASTRO, E. Dinâmica socioeconômica e desmatamento na Amazônia. Novos Cadernos NAEA, 8(2): 5-39, 2005.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB). Acompanhamento da safra brasileira de grãos. 6 Safra 2018/19 - Segundo levantamento, 6(6): 1-142, 2019.

DELAZERI, L.M. Determinantes do Desmatamento nos Municípios do Arco Verde–Amazônia Legal: uma abordagem econométrica. Revista Economia Ensaios, 30(2): 24p., 2016.

DEFFONTAINES, P. L'introduction du bétail en Amérique Latine. Les Cahiers d'outre-mer, 10(37): 5-22, 1957.

DELAZERI, L.M. Determinantes do Desmatamento nos Municípios do Arco Verde–Amazônia Legal: uma abordagem econométrica. Revista Economia Ensaios, 30(2): 24p., 2016.

DOMINGUES, M.S.; BERMANN, C. O arco de desflorestamento na Amazônia: da pecuária à soja. Ambiente & sociedade, v.15, n.2, p.1-22, 2012. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-753X2012000200002

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (Embrapa). Soja. Disponível em: . Acesso em: 23 de mai de 2018.

FARIAS, M.H.C.S.; BELTRÃO, N.E.S.; SANTOS C.A.; CORDEIRO Y.E.M. Impact of rural settlements on the deforestation of the Amazon. Mercator, v.17, n.20, 2018.

FASIABEN, M.C.R.; ANDRADE, D.C.; REYDON, B.P.; GARCIA, J.R.; ROMEIRO, A.R. Estimativa de aporte de recursos para um sistema de Pagamento por Serviços Ambientais na floresta Amazônica brasileira. Ambiente & Sociedade, 7(2): 23-239, 2009.

FEARNSIDE, P.M. Soybean cultivation as a threat to the environment in Brazil. Environmental Conservation, 28(1): 23-38, 2001.

FEARNSIDE, P.M. Desmatamento na Amazônia brasileira: história, índices e conseqüências. Megadiversidade, 1(1): 113-126, 2005.

GAZONI, J.L.; MOTA, J.A. Fatores Político-Econômicos do Desmatamento na Amazônia Oriental. Sustentabilidade em Debate, 1(1): 25-42, 2010.

INSTITUTO DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (PRODES). Taxa anuais de desmatamento na Amaônia Legal Brasileira (AMZ). Disponível em: . Acesso em: 16 de Dez 2018.

MAEDA, E. E.; FORMAGGIO, A. R.; SHIMABUKURO, Y. E. Análise histórica das transformações da floresta amazônica em áreas agrícolas na bacia do rio Suia-miçu. Sociedade & Natureza, 20(1): 5-24, 2008.

REGO, A. K. C.; KATO, O. R. Agricultura de corte e queima e alternativas agroecológicas na Amazônia. Novos Cadernos NAEA, 20(3): 203-224, 2017.

RIVERO, S.; ALMEIDA, O.; ÁVILA S.; OLIVEIRA, W. Pecuária e desmatamento: uma análise das principais causas diretas do desmatamento na Amazônia. Nova economia, 19(1): 41-66, 2009.

SELUCHINESK, R.D.R. De heróis a vilões: Imagem e auto-imagem dos colonos da Amazônia Mato – Grossense. 279f. (Tese de Doutorado), Universidade de Brasília, Brasília, Brasil, 2008.

SILVA, M.M.; OLIVEIRA, F.A.; SANTANA, A.C. Mudanças socioambientais no uso da terra em Altamira, Amazônia oriental. Novos Cadernos NAEA, 20(3): 181-202, 2017.

UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE (USDA). World Agricultural Supply and Demand Estimates. Disponivel em: . Acesso em: 19 de Dez 2018.

VIEIRA, I.C.G. TOLEDO, P.M.; SILVA, J.M.C.; HIGUCHI, H. Deforestation and threats to the biodiversity of Amazonia. Brazilian Journal of Biology, 68(4): p.949-956, 2008.

WALKER, R.; DEFRIES, R.; VERA-DIAZ, M.D.C.; SHIMABUKURO, Y. VENTURIERI, A.A Expansão da Agricultura Intensiva e Pecuária na Amazônia Brasileira. Amazonia and Global Change, 5: 61-81, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.36560/13820201035

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio:
Endereço: 
Universidade Federal de Rondonópolis
Avenida dos Estudantes, 5055 - Cidade Universitária
Rondonópolis - MT, 78735-901