Biometric study of Inga laurina (SW.) Willd. of the Mato Grosso state region

C. B. M. Farias, L. P. N. Ramos, D. M. Leite, W. A. Macedo, Z. M. S. R. Prestes, N. Pimenta, J. Paz, I. V. Karsburg

Resumo


The Inga laurina (Sw.) Willd. is a legume, occurring in all states of Brazil. This species has great importance for Brazilian flora due to its ornamental and forest value, its fruits are a source of food for several wild animals. Therefore, the present study aimed to evaluate the biometric characteristics of ripe fruits of Inga laurina (SW.) WILLD. For the evaluation, 30 fresh fruits were randomly harvested from the crown of 4 individuals belonging to the species Inga laurina located in the municipality of Alta Floresta. The following were evaluated: length, width, basal diameter, apical diameter, number of seeds, skin thickness and sugar content. The data obtained were submitted to the statistical program R, Scoot Knott at a level of 5% of probability significance. With the results we can conclude that for the species Inga laurina there was no statistical difference between the individuals for the characteristics of length and width of the fruit. Only individual 4 differed from the others in terms of basal and apical diameter. The number of seeds varied from 2 to 3 seeds per fruit. The sugar content did not differ much from one individual to another, with a maximum value of 14.9% for individual 3.

Palavras-chave


Biometric characteristics, Fruits, Legumes

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, L. M. de S.; MACHADO, R. B.; MARINHOFILHO, J. A diversidade biológica do Cerrado. Cerrado: ecologia e caracterização. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 249p. 2004.

ARAÚJO, N. A. V. D. Embriologia, Apomixia e Poliembrionia em Inga laurina (Sw.) Willd (Fabaceae Mimosoideae). Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia, Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal. Uberlândia, MG. 2015.

ASSUNÇÃO, S. L. & FELFILI, J. M. Fitossociologia de um fragmento de cerrado sensu stricto na APA do Paranoá, DF, Brasília. Acta Botânica Brasílica, v.18, n.4, p.903-909, 2004.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para a análise de sementes. Brasilia: Secretaria de Defesa Agropecuária, 2009. 399p.

CARVALHO, J.E.U.; NAZARÉ, R.F.R.; OLIVEIRA, W.M. Características físicas e físico-químicas de um tipo de bacuri (Platonia Insignis Mart.) com rendimento industrial superior. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 25, p.326-328, 2003.

CARVALHO, N. M. & NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. 4.ed. Jaboticabal: FUNEP, 588p. 2000.

CHUBA, C. A. M.; TOMMASELLI, M. A. G.; SANTOS, W. L.; SANJINEZ-ARGANDOÑA, E. J. Parâmetros biométricos dos cachos e frutos da bocaiuva. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 20., 2008. Vitória, Incaper. Anais… CD-ROM.

DUTRA, J. S. ANÁLISE FÍSICO-QUÍMICA DA POLPA DO FRUTO DO INGÁ-CIPÓ (Ingá edulis Mart.) DO MUNICÍPIO DE ARIQUEMES/RO. Monografia apresentada ao curso de graduação em Licenciatura em Química da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA.Ariquemes,19 de novembro de 2012.

FELFILI, J. M.; NOGUEIRA, P. E.; SILVA JÚNIOR, M. C.; MARIMON, B. S.; DELITTI, W. B. C. Composição florística e fitossociologia do cerrado sentido restrito no município de Água Boa, MT. Acta Botânica Brasílica, v.16, p.103-112, 2002.

FERREIRA, D. F. Sisvar: Sistema de estatística computacional. Ciência e Agrotecnologia (UFLA), v. 35, n.6, p. 1039-1042, 2017.

FONSECA, S. C. L. & FREIRE, H. B. Sementes Recalcitrantes: Problemas na pós - colheita. Bragantia. 62 (2): 297-303, 2003.

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: instituto Plantarum, 2008.

MACEDO, WESLAINE DE ALMEIDA; MELLO, VANESSA DOS SANTOS DE; SANTOS, BRUNA NATÁLIA VELOSO DOS; FERNANDES, LINDISAI; KARSBURG, ISANE VERA. Efeito citotóxico e genotóxico de Crescentia cujete l. (Bignociaceae) através do bioteste Allium cepa. Agrarian Academy, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.5, n.10; p. 6 6 2018. DOI: 10.18677/Agrarian_Academy_2018B7

MATA, M.F.; SILVA, K. B.; BRUNO, A. L.; FELIX, L. P.; FILHO, S. M.; ALVES. E. U. MATURAÇÃO FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE INGAZEIRO (INGA STRIATA) BENTH PHYSIOLOGICAL MATURITY OF INGAZEIRO INGA STRIATA BENTH. SEEDS., Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 34, n. 2, p. 549-566, mar./abr. 2013.

MATHEUS, M. T. & LOPES, J. C. Morfologia de frutos, sementes e plântulas e germinação de sementes de Erythrina variegata L. Revista Brasileira de Sementes, v.29, n.3, p.08-17, 2007.

SANTOS, E. A.; GOMES, L. P.; SILVA. A. S.; PINHEIRO, R. M.; SAAR, I. M.; FERREIRA, E. J. L.; ASPECTOS BIOMÉTRICOS DOS FRUTOS E SEMENTES DA INGÁ-DE-MACACO (Inga laurina (Sw.) Willd. Fabaceae) ORIGINÁRIA DO ACRE. 2018.

SANTOS, F. S. BIOMETRIA, GERMINAÇÃO E QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE Tabebuia chrysotricha (Mart. ex A. DC.) Standl. PROVENIENTES DE DIFERENTES MATRIZES. Dissertação (Mestrado) apresentada à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal-São Paulo, 2007.

SOUZA, V. C. & LORENZI, H. Botânica Sistemática: Guia ilustrado para identificação das famílias de angiospermas da flora brasileira, baseado em APGII. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2005.

VÁZQUEZ-YANES, C. & ARÉCHIGA, M. R. Ex situ conservation of tropical rain forest seed: problems and perspectives. Interciência, v.21, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.36560/131020201111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio:
Endereço: 
Universidade Federal de Rondonópolis
Avenida dos Estudantes, 5055 - Cidade Universitária
Rondonópolis - MT, 78735-901