Mathematical models to estimate leaf area of melon plant cultivar Hale’s Best Jumbo at different phenological stages using linear measurements

R. A. F. Machado, M. R. Zanuzo, C. V. Vieira, R. S. Boeno

Resumo


Melon plants cv. Hale's Best Jumbo Cantaloupe were cultivated under field conditions in Sinop - MT in order to develop mathematical models based on linear measurements which allow the estimation of leaves area. Were collected four times leaves, first collection at 20 days after sowing (DAS) with 45 leaves, second collection at 30 DAS with 40 leaves, third collection was performed 40 DAS with 40 leaves was performed 50 days with 33 sheets. 45 leaves in the first test at 30 days after sowing (DAS), 40 sheets in the 2nd collection at 40 DAS, 40 leaves on the 3rd collection at 50 DAS and 33 leaves on the 4th collection at 60 DAS. Linear measurements were taken along the length of leaf central vein (C) and the largest width (W) perpendicular to the central vein. At each time was determined leaf area (LA) using a LI-COR LI-3100 area integrator. The data length and width and and product of C by L were considered the independent variable (x) and real leaf area (AF) as dependent variable (y). Were performed linear regression analyzes for each of the seasons and the length and width of the sheet and the product CL. From the results it is concluded that: a) the length of the central rib does not allow to accurately estimate the leaf area of melon, b) the greatest width of the sheet provides a better estimative of leaf area, c) the phenological stage 3 provides the best estimate of the foliar area and d) the model that best estimates leaf area of melon is Y = 10.284 x - 16.404 value of r = 0.8627.


Palavras-chave


Cucumis melo, Growth analysis, leaf area integrator, nondestructive method, linear regression

Texto completo:

PDF (English)

Referências


BENINCASA, M.M.P. Análise do crescimento de plantas: noções básicas. Jaboticabal: FUNEP, 1988.

COSTA, M.C. Efeitos de diferentes lâminas de água com dois níveis de salinidade na cultura do meloeiro. 115 p. (Tese de doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Botucatu, Brasil, 1999.

BONETTI, J. A.; ZANUZO, M. R. ; CONSTANTINO, E. J. ; CACHO, R. C. ; RIEGER, F. A. Influência do parcelamento de potássio (k) nas características do melão em sistema tutorado Sinop-MT. Revista UNIARA, v. 14, p. 110-117, 2011.

DELLA VECCHIA, P.T. Recomendações importantes para o cultivo com sucesso dos melões híbridos F1 comercializados pela Agroflora. Bragança Paulista: Sementes Agroflora S/A, 1994. 9p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 2. ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA/CNPS, 2006. 306 p.

IBRAF. Estatísticas: comparativo das exportações brasileiras de frutas frescas. São Paulo: Instituto Brasileiro de Frutas. Disponível em http://www.ibraf.org.br/estatisticas/Exporta% C3%A7%C3%A3o/ Comparativo_das_Exporta%C3%A7%C3%B5es_Brasileiras_de_Frutas frescas_2010-2009.pdf

LOPES, S.J.; BRUM, B.; SANTOS, V.J. dos; FAGAN, E.B.; LUZ, G.L. da; MEDEIROS, S. L. P. Estimativa da área foliar de meloeiro em estádios fenológicos por fotos digitais. Ciência Rural, v.37, n.4, jul-ago, 2007.

MARACAJÁ, P. B; MADALENA, J. A. S da; ARAÚJO E de; LIMA, B. G; LINHARES, P. C. F.; Estimativa de Área Foliar de Juazeiro por Dimensões Lineares do Limbo Foliar. Revista Verde (Mossoró – RN – Brasil) v.3, n.4, p0-05 outubro/dezembro de 2008.

MARCOLINI, M.W.; CECÍLIO FILHO, A.B.; BARBOSA, J.C. Estimativa de área foliar da couve-flor a partir de medidas lineares. Horticultura Brasileira, v.22, n.2, 2004. Suplemento CD-ROM.

MOTA J.C.A.; LIBARDI P.L.; BRITO A.S.; ASSIS JÚNIOR R.N.; AMARO FILHO J. 2010. Armazenagem de água e produtividade de meloeiro irrigado por gotejamento, com a superfície do solo coberta e desnuda. Ciência do Solo 34: 1721-1731.

NASCIMENTO, I. B.; FARIAS, C. H. A.; SILVA, M. C. C.; MEDEIROS, J. F.; ESPÍNOLA SOBRINHO, J.; NEGREIROS, M. Z. Estimativa da área foliar do meloeiro. Horticultura Brasileira, Brasília, v.20, n.4, p.555-558, 2002.

PEDRO JUNIOR, M. J.; RIBEIRO, J. J. A.; MARTINS, F. P. Determinação da área foliar em videira cultivar Niagara Rosada. Bragantia, Campinas, v.45, n.1, p.199-204, 1986.

PIRES, R.C.M.; FOLEGATTI, M.V.; PASSOS, F.A. Estimativa da área foliar de morangueiro. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 17, n. 2, p.86-90, julho, 1999.

SEVERINO, L.S.; CARDOSOS, G.D.; VALE, L.S.; SANTOS, J.W. Método para determinação da área foliar da mamoneira. Revista Brasileira de Oleaginosas e Fibrosas, v. 8, n.1, p. 753-762, 2004

SILVA, N. F.; FERREIRA, F. A.; FONTES, P. C. R.; CARDOSO, A. A. Modelos para estimar a área foliar de abóbora por meio de medidas lineares. Revista Ceres, Viçosa, v.45, n.259, p.287-291, 1998.

SOUZA , D. M. G.; LOBATO, E. (ed.) Cerrado: Correção do solo e adubação. 2 ed. Brasília: Embrapa Cerrados. Planaltina, DF, 2004, 416p.

TIVELLI, S.W.; MENDES, F.; GOTO, R. Estimativa da área foliar do pimentão cv. Elisa conduzido em ambiente protegido (Capsicum annum L.). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 38, 1997, Manaus. Suplementos..., Brasília: SOB, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.36560/722014120

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio:
Endereço: 
Universidade Federal de Rondonópolis
Avenida dos Estudantes, 5055 - Cidade Universitária
Rondonópolis - MT, 78735-901