The amphetamines use: the truck drivers of vision

S. R. O. Maier, M. L. Berti, M. Mattos, T. S. Santos, B. S. Santos, W. S. Oliveira

Resumo


To know the vision of the truck drivers on the use of amphetamines during the working day. This is a descriptive, exploratory study of a qualitative nature. Data collection was performed with six truck drivers, based on a semi-structured road map, which were then in traffic on the BR 163 highway, in the urban perimeter north of Mato Grosso. To analyze the data, we used the Bardin Content Analysis, emerging two analytical categories that evidenced the studied phenomenon. The study followed the precepts of resolution nº466 / 2012, with the ethical opinion nº154, favorable to the beginning of the research. Truck drivers have shown that they know about the harm caused by the use of amphetamines; however, knowing about this drug does not prevent them from continuing to use, due to the need to meet deadlines and guarantee the family's livelihood. It was noticed that the use of amphetamines during the working day became recurrent in the discourse of the interviewees, however, this one transfer the use always to another. It is suggested that health policies be expanded to assist truck drivers in order to promote health promotion and prevention, as well as the risks inherent in the indiscriminate use of amphetamines.


Palavras-chave


Knowledge; Amphetamines; Existentialism

Texto completo:

PDF

Referências


Erhart S, Palmeira EM. Analise do setor de transporte. Revista Acadêmica de Economia [periódico na internet]. 2006 [citado 2006 dez. 01]; 71(1): [cerca de (6) p].

Ulhôa MA, Marqueze EC, Lemos LC, Silva LG, Silva AA, Nehme P, et al. Distúrbios psíquicos menores e condições de trabalho em motoristas de caminhão. Revista de Saúde Pública. 2010; 44(6): 1130-6.

Nascimento EC, Nascimento E, Silva JP. Uso de Álcool e Anfetaminas Entre Caminhoneiros de Estrada. Revista de Saúde Pública. 2007; 41(2): 290-3.

Naves GS. Liberdade e Autenticidade em Martin Heidegger: Uma Análise Fenomenológica do Homem. Revista Poros. 2009; 1(1): 63-77.

Bardin L. Analise de Conteúdo. 70ª Ed. São Paulo: Edições; 2011.

Santos W. Dicionário Jurídico Brasileiro. Belo Horizonte: Del Rey; 2001.

Rocha EM, Batista ES, Persch FC. Caracterização Socioeconômica e Cultural de Caminhoneiros de Estradas Freqüentadores do Auto Posto Machadão em Cacoal-Ro. [Trabalho de Conclusão de Curso]. Cacoal: FACIMED; 2008.

Ponce JC, Leyton V. Drogas ilícitas e trânsito: problema pouco discutido no Brasil. Revista Psiquiatria Clínica. 2008; 35(1): 65-9.

Reis F. Irresponsabilidade Coletiva Continua Fazendo Vítimas. Revista Caminhoneiro [periódico na Internet]. 2004 [citado em 2004 jan.]; [cerca de (5) p].

Leyton V, Carvalho DG, Jesus MGS, Muñoz DR. Uso de anfetamínicos por motoristas profissionais brasileiros: aspectos gerais. Saúde, Ética & Justiça. 2002; 5/7(1-2):32-6.

Cerqueira GS, Siqueira RMP, Freitas APF, Leiros WSB; Freitas RM, Silva RC, et al. Uso de anfetaminas entre caminhoneiros: um estudo transversal. RevInter Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade. 2011; 4(2):76-86.

Góis MMA, Amaral JH. Uso de Drogas Lícitas e Ilícitas e Suas Conseqüências Sociais e Econômicas. Encontro de Iniciação Científica [texto da Internet]. 2009 [citado em 2009 out.]; [cerca de (22) p].

Moreira MH. Pós-Modernidade em Heidegger. Revista Universidade Rural. 2001; 23(2): 189-93.

Teixeira JAC. Introdução à Psicoterapia Existencial. Análise Psicológica. 2006; 24 (3): 289-309.

Nascimento EC, Nascimento E, Silva JP. Uso de Álcool e Anfetaminas Entre Caminhoneiros de Estrada. Revista de Saúde Pública. 2007; 41(2): 290-93.

Rang HP, Dale MM, Ritter JM, Flower RJ. Farmacologia. 6ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2007.

Moreira RS, Gadani JAAB. A Prevalência do Uso de Anfetaminas Por Caminhoneiros Que Passam Pela Cidade de Dourados-MS. Revista Interbio. 2009; 2(3): 27-35.

Brandão C. Da Fenomenologia Transcendental à Fenomenologia Existencial [Trabalho de Conclusão de Curso]. Goiânia: Universidade Federal de Goiás; 2005 [citado 2009 jan].

Brustolin FJ. Educação e Hermenêutica: a Mediação do Cuidado [Dissertação na Internet]. Passo Fundo: Universidade de Passo Fundo; 2008 [citado 2008 jan].

Duarte A. Heidegger e o outro: a questão da alteridade em Ser e tempo. Revista Natureza Humana. 2002; 4(1): 157-85.




DOI: http://dx.doi.org/10.36560/1142018558

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio:
Endereço: 
Universidade Federal de Rondonópolis
Avenida dos Estudantes, 5055 - Cidade Universitária
Rondonópolis - MT, 78735-901