Use of illicit drugs between nursing academics: a literature review

M. L. Dias, J. C. L. Silva

Resumo


In recent decades, consumption of illicit substances has become a concern of society, a public health problem due to the high incidence of social problems related to its use and the risks to users' health. The transition period to the university is a time of vulnerability to exposure to drugs, thus, academics have the first contact with some kind of substance at that stage. The objective of this study was to investigate what has been produced in the literature on the use of drugs among nursing students in Brazil. It is a study with a quantitative approach, of type literature review. We used the descriptors: "Nursing, Drugs and Academics" and the databases Virtual Health Library (VHL), Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (LILACS) and Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) and the Scientific Electronic Library Online (SciELO) for articles search. A total of 149 publications were found and, after analytical reading, a sample of 10 articles was developed to develop the study. As a result, it was observed that the prevalence of illicit drug use is more predominant among male students, in general, but the female sex is higher among the participants, the difference is due to the high prevalence of women in the Nursing course . The age group most found in the studies is 18 to 30 years of age and the drugs most commonly used by academics are marijuana and cocaine. According to the studies presented, the consumption of illicit drugs directly affects the life of nursing students, reinforcing it as a serious public health problem.


Palavras-chave


Nursing, Drugs, Academics

Texto completo:

PDF

Referências


AAKER, D. A.; AAKER, D. A.; KUMAR, V.; LEONE, R. P.; DAY, G. S. Marketing Research. 7. ed. New York: John Wiley& Sons, Inc. 2001.

ALMEIDA, B.R.A et al. Drogas: tempos, lugares e olhares sobre seu consumo. – Salvador: EDUFBA; CETAD/UFBA, 2004, 222 p.

AMARAL, S. C. F., DINIZ, J.; A avaliação na educação física escolar: uma comparação entre as escolas tradicional e ciclada. Movimento. v.15, n. 1, p. 241-258, 2009.

AMORIM, A. V. C.; et al. Álcool e alcoolismo: estudo de prevalência entre discentes do curso de Medicina da UNIFENAS em Belo Horizonte – Revista Médica de Minas Gerais; v. 18 n.1, p. 16-23, 2008

ARAÚJO, J. L. Pesquisas sobre modelagem em eventos científicos recentes de educação matemática no Brasil. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 4., 2009, Taguatinga. Anais Taguatinga: Sociedade Brasileira de Educação Matemática, 2009.

BARBOSA, P.C.R; DALGALARRONDO, P. O uso ritual de um alucinógeno no contexto urbano: estados alterados de consciência e efeitos em curto prazo induzidos pela primeira experiência com a ayahuasca. J. Bras. Psiquiatr., v.52, p. 181-190,2003.

BASTOS, J. L. D.; DUQUIA, R. P., Um dos delineamentos mais empregados em epidemiologia: estudo transversal. Scientia Medica, v. 17, n. 4, p.229-232, 2007.

BENFICA, F. S; VAZ, M. Medicina Legal. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2008, 240 p.

BRASIL. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; GREA/IPQ-HC/FMUSP. Brasília: SENAD, 2010. 284 p.

CARVALHO, A. M. P; et al. Normas percebidas por estudantes universitários de três carreiras, da área da saúde, sobre o uso de drogas entre seus pares. Rev. Latino-Am Enferm. v. 17, p. 900-906, 2009.

CHRISTOFF, A.O. Estudo comparativo entre as formas presencial e versão computador para a detecção e intervenção breve do uso de drogas em estudantes universitários. Ciências Biológicas e de Saúde, v. 4, n. 2, p. 359-370, 2017.

CRAMER, L. Relações de gênero, poder e profissão em organizações hospitalares: um enfoque sócio construcionista. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 33., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo, 2009.

JALES, T. de M. Análise comparada Brasil-Portugal: A resposta penal como concretizadora da proteção à saúde pública perante a problemática do consumo de drogas. FIDES, v. 3, n. 2, p. 142-161, 2013.

DUVICQ, C.G.F.;PEREIRA, N. R.; CARVALHO, A. M. P. Consumo de drogas lícitas e ilícitas en escolares y factores de protección y riesgo. Rev Latino-am Enfermagem, v. 12, n. spe, p. 345-351, 2004.

FERNANDES, T. F. et al. Uso de substâncias psicoativas entre universitários brasileiros: perfil epidemiológico, contextos de uso e limitações metodológicas dos estudos. Cad. saúde colet, v. 25, n. 4, p. 498-507, 2017.

FERNANDES, S.; et al. Abuso e dependência de maconha: comparação entre sexos e preparação para mudanças comportamentais entre usuários que iniciam a busca por tratamento. Ver Psiquiatr Rio Gd Sul, v. 32, n. 3, p. 80-85, 2010.

FERRO, L. R. M.; GAYA, C. M.; ANTONIASSI JUNIOR, G. A violência e o consumo de drogas entre universitários. Brasília Jornal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, v.3, n.3, p.258-272, 2014.

FORMIGONI, M. L. O. de S.et al. Neurobiologia: mecanismos de reforço e recompensa e os efeitos biológicos e os efeitos comuns às drogas de abuso. Portal de formação à distância: sujeitos, contextos e drogas. SENAD, 2016.

FREITAS, M.et al. Perfil dos estudantes de uma instituição de ensino superior quanto ao uso de álcool e outras drogas. Revista Ciência Plural, v. 1, n. 2, p. 29-36, 2015.

FREITAS, R.; NASCIMENTO, D.; SANTOS, P. Investigação do uso de drogas lícitas e ilícitas entre os universitários de instituições do ensino superior (públicas e privadas), no município de Picos, Piauí. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas, v. 8, n. 2, p. 79-86, 2012.

GABATZ, R. I. B. et al. Percepção dos usuários de crack em relação ao uso e tratamento. Rev. Gaúcha Enferm., v.34, n. 1, p.140-146, 2013.

GABRIEL, S. A. et al.Consumo de álcool e drogas ilícitas entre estudantes de Medicina, Biologia e Enfermagem. Rev. Fac. de Ciênc Méd de Sorocaba, v. 6, n. 2, p. 30-37, 2004.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisas. Editora Atlas. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010, 288 p.

MACHADO, C. S.; MOURA, T. M. de; ALMEIDA, R. J. de. Estudantes de Medicina e as Drogas: Evidências de um Grave Problema. Rev. Bras. Educ. Med., v. 39, n. 1, p. 159-167, 2015.

MACRAE, E. A Subcultura da Droga e Prevenção. Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre psicoativos, 2003.

MARTINHO, A. F.; et al. Uso de álcool e drogas por acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Biologia e Medicina da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, v. 11, n. 1, p. 11-15, 2009.

MIRANDA, S. P.; VARGAS, D. Satisfação de pacientes de um centro de atenção psicossocial álcool e drogas com o atendimento do enfermeiro. SMAD. Revista eletrônica saúde mental álcool e drogas, v.5, n.2, p. 1-15, 2009.

MOURA, S. S. O uso de drogas entre estudantes universitários: Uma revisão integrativa. 2017. 33 f. Monografia (Especialização) - Curso de Enfermagem, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2017.

NASCIMENTO, S. R. do; CAIXETA, C. C. O uso e abuso de drogas entre universitários. Jornal UFG, ano VII, n. 59, jun/2013. Publicação da Assessoria de Comunicação da Universidade Federal de Goiás. .

NÓBREGA, M. do P. S. de S.; etal.Policonsumo simultâneo de drogas entre estudantes de graduação da área de ciências da saúde de uma universidade: implicações de gênero, sociais e legais, Santo André - Brasil. Texto contexto - enferm.,v. 21, n. spe, p. 25-33,2012.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Classificação de transtornos mentais e de comportamento da CID-10. Ed. Artes Médicas. Porto Alegre: 1993, 352 p.

OLIVEIRA, Y. C. de. A clínica terapêutica ocupacional com usuários de substâncias psicoativas: o desafio das práxis. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v. 19, n. 4, p. 229-233, 2006.

PECHANSKY, F.; HIRAKATA, V.; METZGER, D. Adaptação e validação de questionário sobre comportamentos de risco para Aids em usuários de drogas. Rev. Bras. Psiquiatr, v.24, n.3, p. 130-136, 2002.

PILLON, S. C.; O'BRIEN, B.; CHAVEZ, K. A. P. A relação entre o uso de drogas e comportamentos de risco entre universitários brasileiros. Rev. Latino-Am. Enfermagem, v. 13, n. spe2, p. 1169-1176, 2005.

PONTES, J. P. et al. Levantamento do uso de álcool e outras drogas entre estudantes de graduação de uma instituição de ensino superior. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA CESUMAR, 6., 2009, Maringá. Anais... Maringá: CESUMAR, 2009.

RIGOTTO, S. D.; GOMES, W. B. Contextos de abstinência e de recaída na recuperação da dependência química. Psic.: Teor. e Pesq., v.18, n.1, p.95-106, 2002.

SILVA, E. F; et al. Prevalência do uso de drogas entre escolares do ensino médio do Município de São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública, v. 22, n. 6, p. 1151-1158, 2006.

SFERRA, L. A. Identificação do uso de drogas licitas e ilícitas por acadêmicos de enfermagem. 2014. 33 f. TCC (Graduação) - Curso de Enfermagem, Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis, Fundação Educacional do Município de Assis, Assis, 2014.

SOARES, J.; VARGAS, D. de; OLIVEIRA, M. A. F. de. Atitudes e conhecimentos de profissionais de saúde diante do álcool, alcoolismo e do alcoolista: levantamento da produção científica nos últimos 50 anos. SMAD. Ver. Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drog., v. 7, n. 1, p. 45, 2011.

UNODC - United Nations Office for Drug Control and Crime Prevention. World Drug Report. 2008. .

VALE, J.S.; UESUGUI, H. M.; PEREIRA, R.A.Perfil do consumo de álcool, tabaco e maconha entre graduandos em enfermagem da faculdade de educação e meio ambiente – FAEMA. Rev Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente.v.5, n.2, p. 156-172, 2014.

WAGNER, G. A; ANDRADE, A. G. Uso de álcool, tabaco e outras drogas entre os estudantes universitários brasileiros. Rev. Psiq. Clín, v. 35, n. 1, p. 48-54, 2008.

ZEFERINO, M. T.; et al. Consumo de drogas entre estudantes universitários: família, espiritualidade e entretenimento moderando a influência dos pares. Texto contexto - enferm.,v. 24, p. 125-135,2015.

ZEITOUNE, R. C. G.; et al. O conhecimento de adolescentes sobre drogas lícitas e ilícitas: uma contribuição para a enfermagem comunitária. Esc. Anna Nery, v. 16, n. 1, p. 57-63, 2012.

ZOTESSO, M. C.; PAIVA, S. M. A. de; MARQUES, L. O. Consumo, dependência e caracterização de álcool em um centro de atenção psicossocial de álcool e drogas. Rev. Interdisciplinar de Estudos em Saúde, v. 7, n 1, p. 430-439, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.36560/1362020939

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio:
Endereço: 
Universidade Federal de Rondonópolis
Avenida dos Estudantes, 5055 - Cidade Universitária
Rondonópolis - MT, 78735-901