Quality and productivity of lettuce under hydroponic system with different dosage of nutritive solutions in Ribeirão Cascalheira-MT

F. C. Lima, A. C. Oliveira, V. L. Silva

Resumo


The change in the dietary habits of the population aiming at a healthy diet has caused an increase in the consumption of vegetables, boosting the production, thus having a need to produce them throughout the year. Due to the high content of minerals and vitamins, lettuce is one of the most consumed vegetables in Brazil, but its cultivation during the summer suffers limitations due to the high temperatures, being a cultivar adapted to a mild climate, causing losses of production, Adding value to the product in that period. Thus, hydroponic cultivation has been widely adopted by several producers. The objective of this work was to evaluate the performance of three lettuce cultivars in the hydroponic system by NFT (Nutriente Film Techinique), submitted to five different dosages to analyze their development when submitted to these conditions. The cultivars analyzed were Americana, Corabela and Malice. The dosages tested were 80%, 90%, 100% (control, as a standard dosage recommended by the manufacturer of the tested product), and also at the 110% and 120% dosages of the reference dosage. There was significant interaction between solution and variety factors, indicating that they act dependent on each other. It was concluded that the tested values of nutrient solutions caused a significant difference between the tested variables benefiting or harming the varieties, consequently the quality and production.


Palavras-chave


Americana, Corabela, Lactuca sativa L., and Malice

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, M. A. R. Tomate: produção em campo, em casa-de-vegetação e em hidroponia. Lavras/MG: UFLA, 2004. 393p.

BENOIT, F.; CEUSTERMANS, N. Horticultural aspects of ecological soilless growing methods. Hydroponics and Transplant Production, n. 396, p. 11-24, 1994.

CASTELLANE, P. D.; ARAÚJO, J. A. Cultivo sem solo-hidroponia. FUNEP, Jaboticabal,

FERREIRA, D.F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, v. 6, p. 36-41, 2008.

COSTA, P. C. et al. Condutividade elétrica da solução nutritiva e produção de alface em hidroponia. Scientia agrícola, Cidade, v. 58, n. 3, p. 595-597, jul./set. 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2016.

DIAS, J, S; NEVE, I; SILVEIRA, V, H. Nutriente do que as plantas precisam? 2012.Acesso em: em 09 de Novembro de 2016.

DOUGLAS, J. S; MARCOS, Z. Z. Hidroponia: cultura sem terra. São Paulo: Nobel, 1987. 144 p.

FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção

e comercialização de hortaliças. Viçosa: UFV. 2 ed., 412 p. 2005.

FURLANI, P.R. Instruções para o cultivo de hortaliças de folhas pela técnica de Hidroponia NFT. Boletim técnico do Instituto Agronômico de Campinas, Campinas. n. 169, 30 p, 1998.

FURLANI, P.R.; SILVEIRA, L.C.P.; BOLONHEZI, D; FAQUIN, V. Cultivo hidropônico de plantas. Boletim técnico do Instituto Agronômico de Campinas, Campinas. n. 180, 50 p, 1999. 50p.

GOTO, R; TIVELLI, S. W. (Coord.). Produção de hortaliças em ambiente protegido: condições subtropicais. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998. 319p.

GRANGEIRO, L. C. et al. Acúmulo de nutrientes por três cultivares de alface cultivadas em condições do semi-árido. Horticultura brasileira, Mossoró, v. 24, n. 2, p. 190-194, abr./jun. 2006.

HELBEL JUNIOR, C. et al. Influência da condutividade elétrica, concentração iônica e vazão de soluções nutritivas na produção de alface hidropônica. Scielo, Lavras, v. 32, n. 4, p. 1142-1147, jul./ago. 2008.

IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação. Censo agropec. Rio de Janeiro. Disponível em . Acesso em: 4 out 2014.

MARSCHNER, H. Mineral nutrition of higher plants. Academic Press. 2. ed., London. 889p. 1995.

NUTRISAFRA. Novo conceito de nutrição de alface. Disponível em: . Acesso em: 09 mai. 2016.

POZZA, A. A. A. et al. Suprimento do silicato de cálcio e a eficiência nutricional de variedades de cafeeiro. Revista brasileira de ciência do solo, v. 33, n. 6, p. 1705-1714, 2009.

QUEIROGA, R. C. F. Produção de alface em função de cultivares e tipos de telas de sombreamento nas condições de Mossoró-RN. (Tese mestrado). ESAM, Mossoró. 28p. 2000.

RESENDE, G.M. Características produtivas, qualidade pós-colheita e teor de nutrientes em alface americana (Lactuca sativa L.) sob doses de nitrogênio e molibdênio, em cultivo de verão e de inverno. (Tese doutorado) - UFLA, Lavras. 139 p. 2004.

RUBEL, F.; KOTTEK, M. Observed and projected climate shifts 1901-2100 depicted by world maps of the Köppen-Geiger climate classification. Meteorol. v. 19, p. 135-141, 2010

SOARES, I. Alface; cultivo hidropônico. Editora UFC, Fortaleza, p. 50, 2002.

STAFF, H. Hidroponia. Coleção Agroindústria 3. ed. Cuiabá: Sebrae/MT, 2000, v. 11, 100p.

STAFF, H. Hidroponia. SEBRAE/MT, Cuiabá, ed. 2, p.86, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.36560/1372020965

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio:
Endereço: 
Universidade Federal de Rondonópolis
Avenida dos Estudantes, 5055 - Cidade Universitária
Rondonópolis - MT, 78735-901