Levantamento das alterações do trato gastrointestinal em cães submetidos a necropsia na Universidade Presidente Antônio Carlos, em Uberlândia-MG

Autores

  • D. F. Ferreira Universidade Presidente Antônio Carlos
  • C. C. Fernandes Universidade Presidente Antônio Carlos
  • A. S. Dias Laboratório Federal de Defesa Agropecuária/Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.36560/14320211238

Resumo

O sistema digestório tem como função fazer a digestão e absorção de nutrientes de modo a fornecer energia para o crescimento e renovação celular. Esse sistema é constituído pelos seguintes segmentos: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e canal anal. Os cães estão expostos a vários agentes (bactérias, vírus, parasitos e corpos estranhos) que podem acarretar diversos distúrbios gastrointestinais e provocar alterações patológicas no trato gastrointestinal. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi identificar as principais patologias encontradas no estômago e intestino de cães por meio do exame de necropsia. Para tanto, foram avaliadas 83 fichas de necropsias preenchidas entre fevereiro de 2014 e abril de 2016, provenientes das aulas práticas de Patologia Animal da Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC), de Uberlândia-MG. Durante o estudo, apuraram-se alterações gastrointestinais em 70 casos do total analisado. Ao final do levantamento, constataram-se como alterações mais frequentes: mucosa espessada e hiperêmica, presença de hemorragia, presença de muco e erosões na mucosa.

Publicado

2020-09-09

Como Citar

Ferreira, D. F., Fernandes , C. C. ., & Dias, A. S. . (2020). Levantamento das alterações do trato gastrointestinal em cães submetidos a necropsia na Universidade Presidente Antônio Carlos, em Uberlândia-MG. Scientific Electronic Archives, 14(3), 94–98. https://doi.org/10.36560/14320211238

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)