Investigações de queixas técnicas decorrentes de falhas na anestesia

Autores

  • Márcia Lombardo Instituto Adolfo Lutz, Centro de Medicamentos, Cosméticos e Saneantes
  • Jaqueline Kalleian Eserian Instituto Adolfo Lutz, Centro de Medicamentos, Cosméticos e Saneantes

DOI:

https://doi.org/10.36560/14920211382

Palavras-chave:

lidocaína, bupivacaína, falha de tratamento, análise fiscal de produtos

Resumo

Neste trabalho foram realizados ensaios laboratoriais para avaliar a qualidade de medicamentos contendo cloridrato de lidocaína ou cloridrato de bupivacaína oriundos de queixas técnicas de ineficácia na anestesia, compreendendo um total de 15 amostras encaminhadas por vigilâncias sanitárias municipais e estaduais entre os anos de 2013 e 2021. Os medicamentos foram analisados de acordo com os procedimentos descritos na Farmacopeia Brasileira quanto a parâmetros físico-químicos de qualidade, incluindo o aspecto, o volume e o pH das composições, a identificação e a quantificação dos fármacos por cromatografia líquida de alta eficiência e a quantificação de glicose por polarimetria. Os produtos demonstraram conformidade aos critérios de qualidade, conduzindo a uma análise crítica mais aprofundada sobre as questões que envolvem a anestesia local e regional. Diversos aspectos técnicos passíveis de investigação foram aqui discutidos e devem ser levados em conta nos casos de suspeita de ineficácia de anestésicos

Referências

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Bula do cloridrato de bupivacaína. [Bulário eletrônico]. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Brasília, 2007a. Disponível em: https://consultas.anvisa.gov.br/#/bulario/. Acesso em: 27 abr. 2021.

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Bula do cloridrato de lidocaína. [Bulário eletrônico]. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Brasília, 2007b. Disponível em: https://consultas.anvisa.gov.br/#/bulario/. Acesso em: 27 abr. 2021.

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Farmacopeia Brasileira. 5. ed. Brasília: Agência Nacional de Vigilância Sanitária/Fiocruz, 2010.

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Farmacopeia Brasileira 6. ed. [Internet]. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Brasília, 2019. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp. Acesso em: 09 abr. 2021.

BECKER, D.E.; REED, K.L. Local anesthetics: review of pharmacological considerations. Anesthesia Progress, v.59, n.2, p.90-102, 2012. doi: 10.2344/0003-3006-59.2.90

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada nº 301, de 21 de agosto de 2019. Dispõe sobre as diretrizes gerais de Boas Práticas de Fabricação de medicamentos. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22 ago. 2019. Seção 1.

DE SÁ OLIVEIRA, R.R., MÓDOLO, M.P.; MIZUBUTI, G.B., et al. Total spinal anesthesia failure: have you assessed the sensory anesthesia in sacral dermatomes? Anesthesia and Analgesia, v.124, n.5, p.1674-7, 2017. doi: http://dx.doi.org/10.1213/ANE.0000000000001966

GIL, E.S. Controle físico-químico de qualidade de medicamentos. 3. ed. São Paulo: Pharmabooks, 2010.

IMBELLONI, L.E.; SOBRAL, M.G.C.; CARNEIRO, A.N.G. Incidência e causas de falhas em anestesia subaracnóidea em hospital particular: estudo prospectivo. Revista Brasileira de Anestesiologia, v.45, n.3, p.159-64,1995.

IMBELLONI, L.E.; MOREIRA, A.D.; GASPAR, F.C.; GOUVEIA, M.A.; CORDEIRO, J.A. Avaliação da densidade dos anestésicos locais e da combinação com adjuvantes. Estudo em laboratório. Revista Brasileira de Anestesiologia, v.59, n.2, p.154-65, 2009. doi: 10.1590/s0034-70942009000200003

LOMBARDO, M.; ESERIAN, J.K. A análise da qualidade de medicamentos e o papel do laboratório oficial no contexto da saúde pública. Revista de Administração em Saúde, v.67, Abr-Jun, 2017. doi: 10.23973/ras.67.28

LOMBARDO, M.; ESERIAN, J.K. Determination of fentanyl in injection solution exposed to improper storage conditions. Perspesctivas on line: biológicas e saúde, v.8, n.26, p.1-8, 2018. doi: 10.25242/886882620181240

OLIVEIRA, T.R.; LOUZADA, L.A.L.; JORGE, J.C. Raquianestesia: prós e contras. Revista Médica de Minas Gerais, v.25, n.4, p.28-35, 2015. doi: 10.5935/2238-3182.20150059

PRAXEDES, H.; FILHO, A.L.O. Falhas na anestesia subaracnóidea. Revista Brasileira de Anestesiologia, v.60, n.1, p.90-7, 2010. doi: 10.1590/S0034-70942010000100011

PRISTA, L.N.; ALVES, A.C.; MORGADO, R. Tecnologia Farmacêutica, II volume. 4. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1996.

SOUSA, M.L.M. Bloqueio subaracnóideo com bupivacaína ou lidocaína: conceitos e peculiaridades. Revista Brasileira de Anestesiologia, v.42, n.3, p.225-30,1992.

UNITED STATES PHARMACOPEIA [USP-NF Online]. The United States Pharmacopeial Convention, Rockville, Estados Unidos, 2020. Disponível em: https://uspnf.com. Acesso em: 04 dez. 2020

Publicado

2021-08-30

Como Citar

Lombardo, M. ., & Eserian, J. K. (2021). Investigações de queixas técnicas decorrentes de falhas na anestesia. Scientific Electronic Archives, 14(9). https://doi.org/10.36560/14920211382