Torção uterina em égua no terço médio gestacional: relato de caso.

Autores

  • Mayara da Silva Almeida Universidade Federal de Mato Grosso – Campus Universitário de Sinop
  • Amanda Vallone Riccio Médica Veterinária Autônoma
  • Yasmin Marques Pinto Médica Veterinária Autônoma
  • Gabriel de Souza Ataíde Médico Veterinário Autônomo
  • Daniela Mello Pereira Universidade Federal de Mato Grosso – Campus Universitário de Sinop
  • Marsel de Carvalho Pereira Universidade Federal de Mato Grosso – Campus Universitário de Sinop

DOI:

https://doi.org/10.36560/151020221606

Palavras-chave:

distocia materna, emergência obstétrica, anomalia uterina, óbito materno e fetal

Resumo

Torções uterinas compõe o quadro das principais emergências obstétricas na espécie equina. A rotação de um dos cornos uterinos ou do útero ao longo do eixo longitudinal pode variar de leve a grave, conforme o grau de rotação e comprometimento dos tecidos envolvidos. O prognóstico é considerado desfavorável, quando há comprometimento da homeostase do paciente, dificuldade no diagnóstico preciso e ausência de intervenção cirúrgica imediata. O presente relato tem como objetivo a descrição de um caso de torção uterina em uma égua, no terço médio gestacional, atendida a campo no município de Sinop, estado de Mato Grosso, Brasil. A clínica observada foi de dor abdominal aguda, taquicardia, taquipinéia, ausência de motilidade gastrointestinal, edema vulvar e eversão de mucosa vaginal. A palpação retal evidenciou a impossibilidade de palpação uterina, a ultrassonografia identificou apenas a presença do ovário direito. A evolução clínica do quadro procedeu de forma negativa resultando em óbito materno e fetal.                                                                               

Referências

ANJOS, A.P.; SENA, L.M.; GIACOMIN, D. DIAS, D. P. M. MARTINS, C. B. Distocias em éguas. Tópicos especiais em Ciência Animal III. Capitulo 26. BRUNO BORGES DEMINICIUS, CARLA BRAGA MARTINS, organizadores. Alegre, ES: CAUFES, 2014.

AOYAMA, I. H. A.; BERTONHA, C. M.; SARTORI, V. C.; SPINOZA, M. F.; SALES, N. A. A.; SILVA, P. C.; SILVA, C. M. Torção uterina em vaca nelore: Relato de caso. PUBVET. V.13, n.2, a264, p.1-7, fev., 2019.

MARTINS, C. B.; PERDAS GESTACIONAIS EM ÉGUAS. Tópicos especiais em ciência animal I. Organizadores: BRUNO BORGES DEMINICIS, CARLA BRAGA MARTINS, JEANE BROCH, SIQUEIRA, organizadores. Alegre, ES: CAUFES, 2012.

MATOS, L. F.; FILIPPO, P. A. D.; SILVA, H. S.; PEREIRA, J. L.; G, F. P.; GAIOTTE, D. G. Torção uterina em égua: relato de caso. R. bras. Med. Equina; 11(61):20-23, set.2015. ilus/VETINDEX. JEANNE BROCH SIQUEIRA. Coletânea da I Jornada Científica da Pós-graduação.

OLIVEIRA, S. N.; HAYASHI, R. M.; DALANEZI, F. M.; ARAUJO, E. A. B.; ZAHN, F. S.; SILVA, L. F. M .C.; RODRIGUES, J. C.; PRESTES. Torção uterina de 1080º de rotação em gata com piometra fechada. Acta Scientiae Veterinariae, 2016. 44 (suppl1):111.

PRESTES, N. C. O parto distócico e as principais emergências obstétricas em equinos. Rev. Educo contin. CRMV-SP/ Constinous Education Journal CRMV-SP, São Paulo, volume 3, fascículo 2, p.40-46, 2000.

PRESTES, N. C.; LOURENÇÃO, J. A. C. Como enfrentar os obstáculos frequentes em éguas portadoras de alterações genitais passíveis de tratamento cirúrgico. Rev. Bras. Reprod. Anim., Belo Horizonte, v.39, n.1, p.214-219, jan/mar.2015. Disponível em www.cbra.org.br

PRESTES, N. C.; SOUZA, F. E. M. R. Emergências obstétricas em éguas. Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Reprodução Animal (CBRA-2019); Gramado, RS, 15 a 17 de maio de 2019.

RODRIGUEZ, M. G. K.; PAULA, V. B.; AMBROGI, M.; FACCO, F. S.; GALON, N. R.; CARDILLI, D. J.; BORGES, L. P. B.; RIBEIRO, I. P.; BONATO, D. V.; VICENTE, W.R.R; TEIXEIRA, P. P. M. Intervenções obstétricas em equinos. INVESTIGAÇÃO, 14 (1): 83-90, 2015.

SENA, L. M.; MERCHID, N. C.; ALMEIDA, I. C.; SANTOS, J. D.; MARTINS, C. B. Principais causas de perdas gestacionais na espécie equina: Revisão. PUBVET. Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. V.10,n.12, p.933-945, dez., 2016.

SILVA, J. R.; RIBEIRO, M. G.; ORLANDINI, C. F.; LADEIA, A. L.; RIBEIRO, L. V. P.; MEIRELLES, G. P.; BARRETO FILHO, J. R. C. Cesariana em égua – relato de caso. Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR, Umuarama, v.17, n.2, p.131-137, abr./jun. 2014.

SILVA, L. F.; MAIA, H. G. O.; FERREIRA, F.; OLIVEIRA, N. J. F. Cólica em equinos. Sistemas de Produção nas Ciências Agrárias 2. Capítulo 8. Organizadores Raíssa Rachel Salustriano da Silva-Matos, Nítalo André Farias Machado, Kleber Veras Cordeiro – Ponta Grossa – PR: Atena, 2021.

SILVA, D. O. P.; SELUZNIAK, J. M. L.; SOUZA, B. A; OLIVEIRA, R. A. M. Tratamento clínico em um equino com síndrome cólica: relato de caso. Brazilian Journaul of Development, Curitiba, Curitiba, v.7, n.3, p. 28057-28060 mar, 2021.

SILVA, J.; TRAVASSOS, A. E. V. Cólica Equina: revisão de literatura. Diversitas Journal. Volume, 6, Número 1 (jan./mar.2021) pp: 1721-1732.

SMITH, B. P. Tratado de medicina interna de grandes animais. Editora: Manole. 2 volumes, 1993.

TIBARY, A.; PEARSON, L. K. Mare problems in the last month of pregnancy. AAEP PROCEEDINGS/ Vol.58, 2012.

Publicado

2022-10-01

Como Citar

Almeida, M. da S. ., Riccio , A. V. ., Pinto, Y. M. ., Ataíde, G. de S. ., Pereira, D. M., & Pereira, M. de C. . (2022). Torção uterina em égua no terço médio gestacional: relato de caso . Scientific Electronic Archives, 15(10). https://doi.org/10.36560/151020221606

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)